Três estabelecimentos comerciais são assaltados nas últimas 24 horas em Jequié

Um dos estabelecimentos alvo da ação dos bandidos em Jequié

Um dos estabelecimentos alvo da ação dos bandidos em Jequié

Num espaço de menos de meia hora dois estabelecimentos comerciais foram assaltados em Jequié, localizados no bairro Jequiezinho e no centro, além de uma ocorrência à noite no Mandacaru.

Por volta das 14h22, viatura PM deslocou-se até o Supermercado Giro Rápido, na Rua Felicíssimo J Silva, no Jequiezinho, onde fez contato com o proprietário do estabelecimento Alberto Luiz Guimarães, que relatou aos policiais que um elemento armado com um revólver adentrou no estabelecimento subtraindo a importância de R$ 300 em dinheiro. Em seguida, o elemento evadiu do local em uma motocicleta com dados não anotados, que já se encontrava estacionada nas proximidades do supermercado com outro indivíduo na direção. Os dois elementos  tomaram rumo ignorado.

Às 14h47 uma viatura da PM foi até a Avenida Rio Branco, onde recebeu a comunicação de assalto ocorrido em uma casa lotérica. O funcionário Vagner Pereira disse aos policiais que dois elementos armados com revólveres invadiram a loja subtraindo nos caixas a importância de R$ 900 fugindo em seguida em uma motocicleta de cor prata.

Na Avenida Exupério Miranda no Mandacaru, por volta das 18h40 viatura PM registrou uma tentativa de assalto contra a Farmácia Mandacaru. De acordo com o funcionário Fernandes Mendes Bastos, dois elementos armado com um revólver adentrou no estabelecimento na tentativa do praticar um assalto, o que não veio a se consumar. Os elementos efetuaram disparos a esmo no interior do estabelecimento, sem que ninguém tenha se ferido. Os elementos em seguida tomaram rumo ignorado.

 

 

“Não há negociação salarial dessa forma”, diz governador sobre greve de PMs

Governador Jaques Wagner em reunião com a imprensa na tarde de quarta, 16

Governador Jaques Wagner em reunião com a imprensa na tarde de quarta, 16

O governador Jaques Wagner conversou com a imprensa sobre a greve dos policiais militares e bombeiros durante uma entrevista coletiva na tarde de quarta-feira (16/4). “Quem fechou as portas foram eles (os policiais), que romperam unilateralmente com o processo de negociação e está aí a Garantia da Lei e da Ordem”, disse. No início da tarde, ele se reuniu na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com os presidentes da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo, do Tribunal de Justiça da Bahia, desembargador Eserval Rocha, o comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima, o chefe do Ministério Público Estadual, procurador Marcio Fahel, e o representante do Ministério Público Federal na Bahia, Pablo Coutinho. O governador afirmou que as associações dos policiais descumpriram um acordo feito com o governo de que não entrariam em greve, “adotando uma posição unilateral”. “Conclamo os profissionais da PM que cumpram sua missão de fazer a segurança do povo baiano e que a negociação continue”, afirmou.

Integrantes da  Força Nacional começaram a desembarcar no  aeroporto de Salvador no final da tarde de quarta-feira, 16

Integrantes da Força Nacional começaram a desembarcar no aeroporto de Salvador no final da tarde de quarta-feira, 16

Cerca de seis mil homens das Forças Armadas já estão na Bahia, segundo o comandante da 6ª Região Militar, general Racine Bezerra Lima. Outros 2.500 vão chegar ao estado nos próximos dias. Eles vão reforçar a segurança em Salvador e em algumas cidades do interior da Bahia durante o período de greve da Polícia Militar.  O governo do Estado solicitou apoio às tropas federais e a presidente assinou o decreto de Garantia da Lei e Ordem, autorizando o emprego das Forças Armadas na Bahia. Com isso, as tropas estão autorizadas a realizar patrulhas, vistorias e prisões em flagrante.

Bebê que teve o braço comprimido por garrote recebe alta e volta para casa

Bebê recebeu assistência médica no Hospital Santo Amaro, em Salvador

Bebê recebeu assistência médica no Hospital Santo Amaro, em Salvador

Após receber os cuidados necessários para sua recuperação, teve alta na quarta-feira (16/4) no Hospital Santo Amaro, em Salvador, o bebê que teve o braço esquerdo comprimido por um garrote (tira elástica) esquecido por uma técnica do Laboratório Diagnóstica, de Jequié. O fato aconteceu quando ele foi submetido a uma coleta de sangue, um dia após o seu nascimento, no dia 23 de março passado, na Santa Casa Hospital São Judas Tadeu. A Fundação José Silveira tomou todas as providências para prestar a assistência adequada ao bebê, com a transferência dele para o Hospital Santo Amaro, em companhia de familiares. “Após o choque, estou feliz em voltar com meu filho em boas condições para casa, depois de receber um atendimento excelente”, disse a mãe do pequeno Arthur, Daniela Novaes Santos. “Nós agradecemos porque houve o cuidado necessário e recebemos toda a orientação e o apoio por parte da equipe do Hospital”, comentou o pai do garoto, Sanderson Barreto dos Santos. “Estamos felizes por levar meu neto para casa são e salvo, após o apoio nota mil da Fundação José Silveira”, disse a avó de Arthur, Solange Pereira Barreto. Informações da Diretoria de Comunicação Social da Fundação José Silveira-FJS

############################################

 Sindicato

Primeiro dia da greve da PM aflora insegurança e algumas empresas mudam rotina

Algumas empresas comerciais antecipou o fechamento antes das 18h

Algumas empresas comerciais anteciparam o fechamento antes das 18h

O primeiro dia de final de expediente no comércio de Jequié, após a deflagração da greve dos policiais e bombeiros militares, foi alterado por algumas empresas que decidiram antecipar o fechamento de suas portas liberando os funcionários para retornarem mais cedo para casa. Viaturas da PM (carros e motos) ainda foram vistos circulando com policiais pelas ruas da cidade, com a manutenção do percentual de 30%,  mesmo assim, o clima de insegurança aflorou na população e muitas pessoas preferiram permanecer em casa. Os coletivos funcionaram normalmente e a circulação de passageiros em táxis e mototáxis foi bem mais acentuado a partir das 17h. Os bancos funcionaram sem nenhuma anormalidade até as o encerramento do expediente. Os policiais que participam do movimento permaneceram durante todo o dia no quartel do 19º Batalhão de Polícia Militar, no bairro Mandacaru. Uma assembleia para decidir sobre a adesão ao movimento foi marcada para 18h mas, até as 19h40 ainda não havia sido iniciada, com  o número de policiais presentes na Câmara Municipal ainda pequeno. A previsão era de que a assembleia tivesse início às 20 horas.

Movimento no terminal rodoviário urbano foi normal até as 19h

Movimento no terminal rodoviário urbano foi normal até as 19h

 

 

Conder conhecerá propostas para pavimentações no Itaigara no dia 7 de maio

Aviso de licitação publicado no Diário Oficial do dia 15

Aviso de licitação publicado no Diário Oficial do dia 15

No próximo dia 7 de maio na sala da Comissão Permanente de Licitações da Conder às 14h30 serão conhecidas as propostas das empresas interessadas na execução de obras de pavimentação em ruas do Loteamento Itaigara, em Jequié. O aviso de licitação publicado no Diário Oficial do Estado, informa que a realização do certame será pela modalidade de Tomada de Preços – Menor Preço. A realização da obra atende reivindicação feita pelo deputado estadual Euclides Fernandes (PDT) em atendimento aos pedidos de lideranças políticas, comunitárias e moradores do bairro, em busca da continuidade e conclusão de processo iniciado e interrompido em 2011,  decorrência  do abandono do objeto  contratado por parte da empresa na época vencedora de licitação pública.

Com determinação judicial dois imóveis em situação de risco são demolidos

Moradores da área temiam o desmoronamento dos imóveis

Moradores da área temiam o desmoronamento dos imóveis

Operários da Prefeitura de Jequié iniciaram na manhã de quarta-feira (16/4) as demolições de dois imóveis localizados sobre um barranco na parte alta de rua paralela a Avenida São Bernardo, no bairro Caixa d’Água. A escavação feita no terreno para a construção de um imóvel deixou as duas casas sob o risco de desabarem levando moradores da proximidade  a se mobilizarem junto ao executivo municipal com o intuito de que fossem realizadas as demolições. Por haver resistência por parte dos proprietários dos imóveis, o processo foi encaminhado à Justiça, culminando com a determinação para que as edificações  fossem demolidas.

Vereador propõe discussão na comunidade sobre mudança do nome do Colégio Presidente Médici

Antes de ter a denominação atual colégio tinha o nome do ex-prefeito Daniel Andrade

Antes de ter a denominação atual colégio tinha o nome do ex-prefeito Daniel Andrade

O vereador Pé Roxo (PT) apresentou requerimento na Câmara de Vereadores de Jequié, no qual solicita da administração do município, o encaminhamento de projeto de lei ao legislativo, com o objetivo de substituir o nome do Centro Educacional Presidente Médici, localizado no bairro  Joaquim Romão, pelo da guerrilheira baiana Dinaelza Soares Santana Coqueiro. O vereador justifica a sua proposta com o fato  de  transcorrer em 2014 os 50 anos do golpe militar iniciado em 1964. Pé Roxo propõe que antes de ser feita a mudança o assunto venha a ser discutido com a população local. A orientação é no sentido da retirada do nome do General Emílio Garrastazu Médici (1969-1974) por ter sido presidente da República marcado por um período de repressão do período ditatorial. Em substituição, seria colocado o nome de Dinaelza Coqueiro, que nasceu em Vitória da Conquista a 22 de março de 1949, militante do Partido Comunista do Basil (PDdoB).   Dinaelza fez os estudos secundários em Jequié,  onde participou de grupos de discussão política, tendo se casado com Wandick Coqueiro. Foi participar em 1971 da Guerrilha do Araguaia, , onde usava o codinome ‘Mariadina’, tendo sido vista pela última vez em 30 de dezembro de 1973. Foi executada por agentes do CIEx e seu corpo enterrado na Serra das Andorinhas, nunca encontrado. . Seu nome foi dado a uma avenida  de Vitória da Conquista.

- Sugerimos aos nossos leitores que postem comentários favoráveis ou contrários à proposta de mudança do nome do colégio.

Justiça atende pedido do MP e decreta ilegalidade da greve dos policiais na Bahia

Greve foi aprovada pelos policiais e bombeiros na terça, 15

Greve foi aprovada pelos policiais e bombeiros na terça, 15

A greve da Polícia Militar da Bahia foi decretada como ilegal na manhã desta quarta-feira (16/4)  e todo o efetivo deve voltar imediatamente às atividades para a garantia da segurança pública. A decisão é da Justiça baiana, que acolheu pedido formulado pelo Ministério Público do Estado da Bahia em uma ação cautelar ajuizada pelo procurador-geral de Justiça Márcio José Cordeiro Fahel contra o governador da Bahia, Jaques Wagner, e seis associações representativas dos policiais militares: a Associação de Policiais e Bombeiros e de Seus Familiares (Aspra), Associação de Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM-BA), Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia (AOPM-BA Força Invicta), Associação dos Oficiais Auxiliares da Polícia Militar (AOAPM-BA), Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar da Bahia (ABSSO-BA) e a Associação dos Bombeiros Militares da Bahia – Associação Dois de Julho.

Ainda de acordo com a decisão judicial, concedida liminarmente pelo desembargador plantonista Roberto Maynard Frank, o governador deve realizar, de imediato, um plano de contingenciamento da segurança pública em todo o estado, de modo a preservar os interesses públicos de segurança social e jurídica. Segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), os militares e equiparados são proibidos de realizar greve. O movimento grevista deflagrado ontem na Bahia fere, portanto, “frontal e diretamente, o direito constitucionalmente garantido à segurança pública”, afirma o MP. De acordo com o texto constitucional, cabe ao Ministério Público zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados na Constituição, devendo promover as medidas necessárias à sua garantia.

Jovem morto a tiros na área do ‘Brinco de Ouro

Mais um homicídio registrado na cidade de Jequié

Mais um homicídio registrado na cidade de Jequié u

Na primeira noite após a decretação da greve dos policiais e bombeiros militares baianos foi registrado em Jequié um homicídio pela Cicom (Central de Comunicação da Polícia), ocorrido por volta das 23h21, na Rua Carlos Andrade, região do “Brinco de Ouro”, bairro Jequiezinho. Jacson Lima Aragão, 19, foi vítima de disparo de arma de fogo. De acordo testemunhas, dois indivíduos em uma motocicleta fizeram cinco disparos que atingiram a vítima no tórax, cabeça e pescoço.  As viaturas  8.1945/8.1927 estiveram no local fazendo ronda, nenhum suspeito foi preso. O corpo da vítima foi removido para o IML.

Tentativa de Homicídio – Três viaturas PM foram deslocadas por volta das 19h de terça-feira (15/4)  até a Rua Princesa Isabel, bairro Joaquim Romão, onde populares informaram que um estudante no momento em que se preparava para adentrar no Centro Educacional Presidente Médici, foi perseguido por um desconhecido armado a bordo de uma motocicleta que teria tentado alvejar o estudante com disparos de arma de fogo, além de ter desferido vários disparos de arma de fogo que não atingiram o seu alvo. Autor da tentativa de homicídio e vítima que recebeu algumas coronhadas  evadiram-se do local.

Greve da PM traz insegurança e altera a rotina dos baianos

Manifestações de policiais militares após decretação da greve

Manifestações de policiais militares após decretação da greve

Após a assinatura de um documento pelo Secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Barbosa em que o governo se comprometeu a cumprir várias medidas apresentadas ao representante dos policiais, a proposta foi rejeitada e a greve foi decretada.

Prometido pelo Governo

– Rever o CET dos Praças na proporção de 25% para os praças na função administrativa, 45% para os praças operacionais e em 60% para os motoristas

– Retirar para nova discussão a proposta do Código de Ética e rediscutir as do Estatuto e Plano de carreira

– Rever os projetos administrativos relacionados a mobilização de 2012

– Regulamentar o art.92, nas bases a serem negociadas com o Governo do Estado, Associações e PM, abrindo as negociações no dia 16/04/2014

Manchetes da imprensa

“PMs decretam greve por tempo indeterminado”

“Policiais entram em greve na Bahia depois de rejeitarem contraproposta do governo 

“Aulas suspensas na Universidade Federal da Bahia por medida de segurança”

“Faculdades particulares suspendem aulas devido a greve da Polícia Militar”

“Nossa luta é por uma melhor segurança pública”, diz Prisco sobre greve da PM

“Acordo foi descumprido por PMs”, diz secretário Maurício Barbosa; tropas federais foram chamadas

“Com greve da PM, ônibus circularão até às 18h todos os dias”

“Greve da polícia pode suspender jogos da dupla Ba-Vi”

“Todo caminho levava ao diálogo”, diz Comandante da PM Cel Alfredo Castro

Implementado e Monitorado por: Neirival Neri  |  Agradecimento: AgenciaCARRILHO