Ações da 6ª edição do AbriU Dança na Bahia vão movimentar Jequié

Projeto terá como palco das apresentações será o Centro de Cultura ACM

Coreografias de diversos estilos serão apresentadas, durante a Mostra Coreográfica da 6ª edição do AbriU Dança na Bahia em Jequié. A mostra será realizada, na quarta-feira (26), às 19h30, com ingressos a preços populares: R$ 8 inteira e R$ 4 meia. Integram a programação os grupos da casa, Por Um Fio com a montagem “Sonho de Valsa”, Grupo Institutos com “(In)Pulsos” e a Cia de Dança Estesia com “Ethos Humanos” , além dos artistas da cidade, o público poderá conferir o  solo “Enquadro” de Jordan Fernandes do Espírito Santo; e  a coreografia “Sim, Senhor” da Ékstasis Cia de Dança, de Vitória da Conquista. Os grupos que farão parte da mostra passaram por um processo de seleção. Foram mais  de 400 propostas inscritas, incluindo as cidades participantes: Salvador, Camaçari, Senhor do Bonfim, Jequié e Valença.  Pelo sexto ano consecutivo, o AbriU Dança na Bahia promove diversas ações para celebrar o mês da dança. O projeto visa não apenas as comemorações, mas também qualificar profissionais, promover o intercâmbio e difusão de informações entre artistas. Por isso, além das mostras coreográficas, oferece uma programação pedagógica  com oficinas, palestras e diálogos temáticos, ministrados por profissionais com vasta experiência artística e acadêmica.

No primeiro dia terça-feira (25), ás 8h, o público terá a oportunidade de participar de um diálogo temático sobre Produção e Formação em Dança. No segundo dia, quarta-feira (26), acontece ás 8h, a oficina de Dança Contemporânea com o diretor de espetáculo, coreógrafo e educador Jorge Silva, e às 10h,  a de Danças Populares Brasileiras com a coreógrafa, doutora e mestra em educação e especialista em coreografia,  Amélia Conrado. Todas as atividades serão na Sala Zero da UESB. As inscrições para as oficinas e diálogos são gratuitas e deverão ser feitas pelo site https://abriudancanabahia.wordpress.com/ O Abriu na Dança foi concebido pelo diretor Anderson Rodrigo e conta com a coordenação artística pedagógica de Bruno Jesus e na coordenação de produção Leonardo Luz. Nesta edição foi contemplado pelo Edital Setorial de Dança que conta com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, das Secretarias da Fazenda e de Cultura do Estado da Bahia, por meio da Fundação Cultural do Estado (Funceb).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *