“Chance Zero de disputar o governo em 2018”, diz Jaques Wagner

Jaques Wagner rechaçou de imediato a ideia do Movimento “Volta Wagner”

No início da semana tentou ganhar corpo em Salvador, o Movimento “volta Wagner”, no qual, simpatizantes do ex-governador, acenavam para a possibilidade dele vir a ser candidato na cabeça da chapa majoritária governista, enquanto o atual governador Rui Costa, assumiria candidatura a uma das duas vagas da Bahia, no Senado Federal. Em resumo, a proposta seria de inverter o cenário que vem traçado pelas lideranças petistas baianas. Jaques Wagner, atualmente Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, buscou de imediato conter o ímpeto dos que faziam a defesa desse projeto, revelando para a imprensa da capital, através de sua assessoria, “Chance zero”, sobre essa possibilidade de ele ser candidato a governador em 2018. A defesa da candidatura de Wagner ao governo, feita pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), deputado Ângelo Coronel (PSD), e de seu antecessor, deputado Marcelo Nilo (PSL), apimentou a discussão, que foi contida de imediato, para evitar maior propagação. O presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação, além de negar qualquer possibilidade de o governador Rui Costa (PT) não ser candidato à reeleição, diz ter “certeza” de que a suposta movimentação foi “plantada” por alguém da base do prefeito ACM Neto (DEM), provável adversário de Rui na disputa pelo Palácio de Ondina em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *