Professores da UESB mantém greve e aprovam contraproposta

Assembleia da Adusb avaliou a contraproposta, fez ajustes e se posicionou favorável a apresentação da mesma ao Governo

Assembleia da Adusb avaliou a contraproposta, fez ajustes e se posicionou favorável a apresentação da mesma ao Governo

A assembleia da Adusb, realizada no dia 30 de junho, reafirmou a força do Movimento e aprovou a manutenção da greve. Para avançar nas negociações e pressionar o governo a apresentar soluções concretas, a categoria aprovou uma contraproposta. Após a realização de sete reuniões com o Fórum das ADs, no dia 19 de junho, o Governo Rui Costa reafirmou a sua proposta inicial e, mais uma vez, negou as reivindicações de 7% da receita líquida de impostos para o orçamento, ampliação do quadro de vagas, reajuste linear integral e valorização da carreira. A proposta de remanejamento de 20 vagas, rejeitada pelas assembleias desde os dias 21 e 22 de maio, foi reapresentada e a negociação da minuta substitutiva da 7176/97 adiada para 4 de agosto.  Para a Presidente da Adusb, “a postura do Governo da Bahia, expressa um projeto, já em curso, que objetiva acabar com a carreira do magistério público superior e reduzir o investimento nas universidades.” Todavia, ainda segundo Márcia Lemos, “a categoria está organizada e preparada para combater essa ofensiva contra os direitos trabalhistas e o ensino público superior”. Nesta perspectiva, os Comandos de Greve das quatro ADs discutiram a resposta do Governo e levaram as proposições ao Fórum das ADs para consolidação no dia 27 de junho. Durante as reuniões, os professores deixaram claro que direitos trabalhistas não serão barganhados, nem o Estatuto do Magistério Superior desrespeitado.

sws_wilson

Após rejeitar PEC, Câmara aprova novo texto que reduz maioridade penal

Em clima tenso emenda à PEC da maioridade foi aprovada em primeiro turno (foto Luiz Macedo)

Em clima tenso emenda à PEC da maioridade foi aprovada em primeiro turno (foto Luiz Macedo)

A Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (2/7) a proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos em casos de crimes hediondos, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte. A aprovação aconteceu em meio à polêmica sobre a validade da votação, já que ontem uma proposta parecida foi rejeitada. Ao todo, 323 votos foram a favor, 155 contra e 2 abstenções. Para que a matéria fosse aprovada, eram necessários no mínimo 308 votos. Ontem, o “sim” ficou a cinco votos da aprovação. Agora, o projeto  deve ser votado em segundo turno, após o recesso parlamentar de julho, pois é necessário um prazo de cinco sessões antes da próxima votação. Depois, segue para apreciação no Senado. Pelo texto, os jovens de 16 e 17 anos terão que cumprir a pena em estabelecimento penal separado dos menores de 16 e maiores de 18. A diferença em relação ao texto derrotado na sessão de terça-feira foi a retirada de tráfico de drogas, de terrorismo e de roubo qualificado da lista de crimes que fariam o jovem de 16 e 17 anos responder como adulto. A votação foi considerada uma manobra do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), e criticada por opositores. Parlamentares contrário à PEC alegaram que a elaboração de uma proposta com teor muito semelhante ao texto anterior derrubado contraria o regimento. Cunha rebateu os argumentos citando o artigo 191, inciso V, do regimento interno da Câmara, que diz que na hipótese de rejeição do substitutivo, que é um texto apresentado pelo relator. (Agência Brasil)

PA_3960_BANNER_500X70_GIMACON_2 (1)

Eleições 2016: Séculus realiza pesquisas no interior baiano

Ari Carlos projeta pesquisas em vários municípios baianos

Ari Carlos projeta pesquisas em vários municípios baianos

A empresa Séculus, em parceria com o site Bahia Notícias, está iniciando uma série de pesquisas de opinião em municípios baianos sobre o panorama que começa a se configurar para as eleições municipais de 2015. O responsável pela Séculus, jequieense Ari Carlos Rocha Nascimento, iniciou o levantamento entre os dias 16 e 18 de junho, na cidade de Lauro de Freitas. Já estão agendadas pesquisas em Ilhéus, Itabuna dentre outros municípios.  

sws_wilson

Ex-prefeito de Ubatã é denunciado ao Ministério Público

Adailton Ramos Magalhães, Dai da Caixa (PTB) (foto Blog Marcos Frahm)

Adailton Ramos Magalhães, Dai da Caixa (PTB) (foto Blog Marcos Frahm)

Na sessão desta quarta-feira (01/07), o Tribunal de Contas dos Municípios determinou a formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o ex-prefeito de Ubatã, Adaílton Ramos Magalhães, e determinou a restituição aos cofres municipais da quantia de R$ 871.879,92, com recursos pessoais, sendo R$ 866.779,92, em decorrência do cancelamento indevido de conta de responsabilidade, e R$ 5.100,00, em virtude do pagamento a maior de subsídios à titular da Secretária de Saúde. Em razão da ausência de justificativa por parte do gestor, o relator do processo, conselheiro Raimundo Moreira, considerou irregular a supressão do registro de conta de responsabilidade em nome do ex-prefeito do demonstrativo contábil referente ao mês de janeiro/2008, registro este que constava do demonstrativo contábil do mês de dezembro/2007. Cabe recurso da decisão.

PA_3960_BANNER_500X70_GIMACON_2 (1)

82% consideram 2º mandato de Dilma pior que 1º, aponta pesquisa

Aqueles que avaliam o governo Dilma como melhor oscilaram de 4% para 3%

Aqueles que avaliam o governo Dilma como melhor oscilaram de 4% para 3%

Subiu de 76% para 82% o total de entrevistados que consideram o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff pior do que o primeiro, segundo pesquisa Ibope divulgado nesta quarta-feira, (1º/7), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Por outro lado, aqueles que avaliam como melhor oscilaram de 4% para 3%, portanto, dentro da margem de erro entre o levantamento de março e o realizado em junho. O porcentual daqueles que consideram igual os dois mandatos de Dilma caiu de 18% para 14% no período. O levantamento foi realizado entre 18 e 21 do mês passado, antes da divulgação do conteúdo da delação premiada de Ricardo Pessoa, dono da empreiteira UTC. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 141 municípios. A margem de erro máxima da pesquisa é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. (Estadão Conteúdo)

sws_wilson

Euclides quer detetores de metais nos acessos às penitenciárias

Euclides Fernandes citou como exemplo vistoria realizada no presídio de Jequié

Euclides Fernandes citou como exemplo vistoria realizada no presídio de Jequié

Tendo como referencial o  resultado do “baculejo” no Conjunto Penal de Jequié, que encontrou vários materiais proibidos, inclusive 60 celulares, nas mãos dos presos, o deputado Euclides Fernandes (PDT) apresentou Projeto de Lei estabelecendo a obrigatoriedade de serem instalados detetores de metais em todos os acessos das penitenciárias, prisões e xadrezes das delegacias de todo o Estado da Bahia, particularmente nos acessos de serviço e funcional.  – Considerando que durante os dias de visitas há um rigoroso esquema de fiscalização, quando os visitantes passam por revistas dos pés à cabeça, é preciso, então, fechar as demais portas e coibir ao máximo a entrada de objetos de metais, principalmente os celulares que continuam sendo o principal meio de comunicação entre os chefes criminosos presos e os comandados que estão na rua. Afirmou o deputado em sua justificativa. Assinalou o deputado que “é simples a justificativa para a apresentação e solicitação aos meus pares pela aprovação do presente Projeto de Lei.  O ocorrido no mês passado no Conjunto Penal de Jequié, que representa uma constante em todos os presídios e penitenciárias existentes no Pais, já é motivo suficiente para a aprovação do presente Projeto de Lei”. Ainda justificando a importância do referido projeto, o deputado Euclides Fernandes relacionou as armas e artigos proibidos encontrados no Conjunto Penal de Jequié: 60 celulares, 18 facas, 06 facas artesanais, 04 tesouras, 02 balanças de precisão, 1,145 kg de drogas diversas, 01 pen drive, o5 chipps e  06 baterias de celular. Caso o projeto seja aprovado, o  Estado terá prazo de 1 (um) ano para o cumprir o quanto determinado, a contar da publicação.

PA_3960_BANNER_500X70_GIMACON_2 (1)

19º BPM prende receptador e recupera mercadoria

Receptador e mercadorias apreendidas (foto 19º BPM)

Receptador e mercadorias apreendidas (foto 19º BPM)

Policiais Militares do Setor de Missões Especiais(SME), conjuntamente com policiais militares da 5ª CIA PM de Policiamento Ostensivo, ambos do 19° BPM, detiveram Rogério Brito Santos(22), no Bairro do Km 4, em Jequié, pelo crime de receptação, na tarde de terça-feira (30/6). Segundo consta no relatório policial, os militares se deslocaram até o km4, para averiguar uma denúncia de receptação de carga roubada. Numa casa situada na Rua Pedro Novaes, foram apreendidas 43 baterias, 111 caixas de lençóis pequenos, 152 conjuntos de lençóis de casal, 17 conjuntos de lençóis de solteiro e  143 pacotes de fronhas. O 19° BPM informou que Rogério Brito Santos foi conduzido para a delegacia, onde foi apresentado à autoridade judiciária competente, juntamente com o material apreendido, para as providências cabíveis.

sws_wilson

Duas menores apreendidas em Poções transportando maconha para Jequié

Jovens traziam droga seria entregue em Jequié (Portal Poções)

Jovens traziam droga que seria  entregue em Jequié (Portal Poções)

Durante abordagem a um ônibus intermunicipal no Terminal de Poções, que viajava de Vitória da Conquista com destino a Jequié, duas menores foram aprendidas com aproximadamente 45 quilos de maconha, acondicionadas em pacotes dentro de duas malas. A averiguação feita por policiais militares do PETO, foi feita a partir de uma denúncia anônima. De acordo com as adolescentes a droga seria entregue em Jequié.

Maconha prensada encontrada em duas malas (foto Portal Poções)

Maconha prensada encontrada em duas malas (foto Portal Poções)

PA_3960_BANNER_500X70_GIMACON_2 (1)

Por diferença de cinco votos Deputados rejeitam redução da maioridade penal para crimes graves

Sessão muito tensa na Câmara dos Deputados

Sessão muito tensa na Câmara dos Deputados

Após mais de quatro horas de discussão, o plenário da Câmara dos Deputados rejeitaram a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos. Foram 303 votos favor, 184 contra e 3 abstenções. Para ser aprovado o texto da PEC precisava de, no mínimo, o voto de 308 deputados. A votação, considerada histórica por sua repercussão, começou pouco depois da meia-noite, de terça-feira (30/6).. A PEC reduz a maioridade penal para a prática de crimes hediondos, como estupro, latrocínio; homicídio qualificado e lesão corporal grave, lesão corporal grave seguida de morte e roubo agravado (quando há sequestro ou participação de dois ou mais criminosos, entre outras circunstâncias). Como o texto rejeitado era um substitutivo, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que o plenário deverá fazer nova votação para deliberar sobre a proposta original que diminui a maioridade penal para todos os crimes. “Iremos deliberar no colégio de líderes a deliberação”, disse. Em uma sessão marcada por um plenário dividido, mais de 20 deputados se revezaram na tribuna para defender e argumentar contra o relatório do deputado Laerte Bessa (PR-DF) aprovado no último dia 17, por 21 votos a 6 na comissão especial destinada a analisar o tema. (Agência Brasil)

sws_wilson

Marcha Para Jesus será na tarde de quinta-feira, 2

Marcha Para Jesus

Evangélicos de diversas denominações religiosas estarão participando a partir das 16h de quinta-feira (2/7), da Marcha Para Jesus 2015  – A Unidade Expande o Reino – com concentração e saída da Praça do Viveiro e caminhada pela Avenida Rio Branco e centro de Jequié. A manifestação é organizada pela Ordem dos Pastores Evangélicos de Jequié-OPEJ e contará com as participações do Ministério Davi Sacer, o cantor gospel Marcus Nunes, Edson Levi e Juliana Silva.  Aos participantes está sendo solicitado um quilo de alimento não perecível para ser distribuído com entidades sociais da cidade.

PA_3960_BANNER_500X70_GIMACON_2 (1)

Implementado e Monitorado por: Neirival Neri  |  Agradecimento: AgenciaCARRILHO