Descoberta mina de Ouro no município de Iramaia

Descoberta de Ouro poderá transformar o município de Iramaia

Iramaia, pacata cidade da Chapada Diamantina, região próxima de Jequié, está prestes a viver uma revolução. O município tem um campo aurífero com pelo menos 4 km de extensão .A notícia foi divulgada na coluna Tempo Presente, assinada pelo jornalista Levi Vasconcelos, do jornal A Tarde.  A prospecção do chamado Projeto Jurema Leste foi feita pela Companhia Baiana de Pesquisas Minerais (CBPM) e apresentada em março no maior evento de mineração do mundo, em Toronto, Canadá. “As perspectivas são as melhores, devemos atrair investidores internacionais para um grande empreendimento. O impacto será em toda a economia regional”, comemora Jaques Wagner, secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, está animado. Os estudos preliminares indicam que os investimentos para deixar a mina em operação são da ordem de US$ 200 milhões.

 

Partido Novo promove Encontro em Jequié

Atuação da militância do Partido Novo 30 em São Paulo

Defendendo a aplicação de uma ideologia liberal na política, o Partido Novo realizará uma reunião de apresentação nesta quinta-feira (27) às 19h30, na Câmara Municipal de Jequié com o intuito de difundir suas propostas de atuação e ampliar o número de filiados. Na Bahia a coordenação estadual do NOVO definiu que Jequié será uma das cidades polo e a apresentação servirá como ponto de partida para o fortalecimento do partido já com vistas às eleições de 2018. “Defendemos a redução da máquina pública, a privatização de todas as empresas públicas, e a concentração do governo nas áreas prioritárias que são a educação, saúde e a segurança”, destaca o empresário do setor metalúrgico Wagner Montenegro, um dos líderes do partido no Vale do Aço. Segundo Fabrício Campos, o NOVO é gerido por pessoas de vários segmentos e se apresenta com uma proposta diferente, sem a interferência dos chamados “políticos de carreira” e sem fazer uso do chamado “fundo partidário”. “Acreditamos que o dinheiro do povo deve ser para o povo”.  “Uma das metas do NOVO na região é chegar em 2018 com uma base de filiados que possa viabilizar a criação do diretório Estadual para poder lançar candidatos a deputado federal e senador. Para tanto nós vamos começar um amplo trabalho de divulgação do partido e pretendemos, junto com os demais membros da coordenação, visitar estas cidades em busca de lideranças que comunguem com os ideais liberais do NOVO e que possam vir somar com o partido na construção de um novo jeito de fazer política”, afirmou Rogério.

Quatro deputados baianos declaram apoio à reforma da Previdência, diz site

Deputados não demonstram ser favoráveis ao projeto de reforma da Previdência Social

Dos 39 deputados baianos apenas 4 deles se declararam a favor da proposta da Reforma da Previdência indicada pelo governo Michel Temer (PMDB). Mesmo depois das mudanças feitas pelo relator, deputado Arthur Maia (PPS-BA), 14 parlamentares da Bahia disseram que votarão contra a reforma. Seis estão indecisos. O levantamento foi feito e publicado pelo site Bocão News. Apoiam abertamente a reforma os deputados Arthur Maia (PPS), que é o relator da matéria, Benito Gama( PTB), José Carlos Aleluia (DEM) e Lucio Vieira Lima (PMDB).  Já os parlamentares Afonso Florence (PT), Alice Portugal (PCdoB), Bacelar (PTN), Tia Eron (PRB), Valmir Assunção (PT), Caetano (PT), Daniel Almeida (PCdoB), Davidson Magalhães (PCdo B), Félix Mendonça Júnior (PDT), Jorge Solla (PT), Jorge Solla (PT), Nelson Pellegrino (PT), Robinson Almeida (PT), Uldurico Junior (PV) e Waldenor Pereira (PT) permanecem contra a reforma. Os deputados José Rocha (PR), José Carlos Araújo (PR), Paulo Magalhães (PSD), Elmar Nascimento (DEM), Cacá Leão (PP) e Antonio Brito (PSD), se declaram indecisos, enquanto Jutahy Magalhães (PSDB) afirmou que não iria declarar voto. Ainda de acordo com o site, não foi conseguido contatos com José Nunes (PSD), Márcio Marinho (PRB), Mário Negromonte Jr (PP), Pastor Luciano Braga (PRB),  Roberto Britto (PP), Ronaldo Carletto (PP), Sérgio Brito (PSD), Bebeto (PSB), Claudio Cajado (DEM),  Paulo Azi (DEM) e Roberto Britto (PP).

Morre o empresário Renato Clício Maia

Renato Clício Maia, 83 anos

Faleceu por volta das 17h30 desta segunda-feira (24), na UTI de uma unidade hospitalar de Salvador, o Sr. Renato Clício Maia, 83 anos. Pessoa muito conceituada em Jequié, Renato Maia, fixou residencia na cidade, juntamente com os pais e irmãos, oriundos da região de Laje,  no início da década de 1960, passando a atuar no setor comercial. Nos últimos anos administrou ao lado de familiares a empresa Eletromaia, do setor de produtos elétricos, móveis e eletrodomésticos, além de atuar no ramo agropecuário. Casado com a Sra Maria Conceição Maia, eram seus filhos Pedro Maia Neto, Renato Júnior e Márcia Maia Lacrose, esposa do médico-pediatra Hebert Lacrose. O corpo de Renato Maia tem previsão de chegada em Jequié por volta das 3h da manhã de terça-feira (25) para ser velado no salão da Loja Maçônica Areópago Jequieense-LMAJ da qual era membro de onde sairá no mesmo dia, o féretro para sepultamento às 17h30 no Cemitério São João Batista.

Projeto que regulamentar profissão de condutor de ambulância na Bahia

Projeto de Lei busca reconhecimento da profissão de motorista de ambulâncias

Em tramitação na Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), projeto de lei propondo a regulamentação da profissão do condutor de ambulância na Bahia. É justificado no texto do projeto, de autoria do deputado Alex de Piatã (PSD) que a categoria dos condutores de ambulância exerce uma série de ações que diferencia dos demais motoristas. No texto do PL é explicado que para o exercício legal da profissão, o condutor de ambulância recebe treinamento especifico, incluindo técnicas que podem salvar vidas em caso de transporte de pacientes. O Projeto de Lei propõe ainda a garantia de vagas específicas disponíveis para a categoria, nos processos seletivos geridos pelo Governo da Bahia, além da proibição do traslado de pacientes em ambulâncias sem equipe completa de enfermagem. “As empresas privadas no âmbito do Estado da Bahia que oferecem serviços de remoção de pacientes através de ambulâncias, deverão adequar suas atuais contratações às normas definidas na legislação vigente”.

Durante encontro em Feira de Santana Pastoral Carcerária denuncia sistema prisional baiano

Durante o encontro foi elaborado um manifesto e encaminhado à SEAP

Reunidos neste final de semana, em Feira de Santana, agentes de Pastoral Carcerária das diversas Dioceses da Bahia, elaboram um documento, encaminhado à Secretaria de Assuntos Prisionais do Estado da Bahia-SEAP, manifestando indignação diante dos mesmos, velhos e conhecidos problemas que atingem o sistema prisional baiano, “a grande maioria por falta de vontade política dos gestores do Estado”, afirma o documento. É chamada a atenção para o problema da superlotação dos presídios e as deficiências dos atendimentos médico e odontológico, bem como, o fornecimento precário de medicamentos, situação mais grave para presos com doenças mentais. “As atividades de ressocialização são muito pequenas e a quantidade de presos trabalhando muito pequena, além de também ser pequeno o número dos que estudam”.

O documento denuncia dificuldade de relacionamento das empresas que terceirizam o sistema prisional, Socializa e Reviver, com a Pastoral, com os presos e seus familiares. “A situação das mulheres presas é ainda pior em algumas unidade, como em Itabuna, sem dispor de assistência ginecológica. […] a quantidade de agentes prisionais concursados é pequena, além do efetivo trabalhar em condições insalubres, sem a garantia de vários direitos […] na terceirização se paga aos agentes cerca de um terço a menos do salário pago pelo Estado”. Por último afirma o documento que a Bahia tem mais de 50% de presos provisórios, que ao serem colocados em liberdade, em tempo menor dos que tiverem ficado preso, já terão convivido no  sistema prisional, “que é um verdadeira Universidade do Crime”.  Assinam o documento, o coordenador da Pastoral Carcerária do Estado da Bahia, Francisco Carlos Souza Almeida e o advogado Davi Pedreira de Souza, assessor jurídico da Pastoral Carcerária.

Prefeitura apronta o local para receber os camelôs

Prefeitura diz que local já está adequado para receber os camelôs

A Prefeitura de Jequié/Secretaria de Infraestrutura, Regulação do Solo e Meio Ambiente, espera que nessa segunda-feira (24), seja colocado um ponto final na celeuma da proibição de barracas, balcões e outros utensílios para a venda de produtos diversos, frutas e verduras. O terreno locado para funcionar receber provisoriamente os camelôs, foi demarcado, recebeu base de cimento, dois toldos e dois sanitários.

Em toda extensão dos passeios públicos não serão permitidas a instalação dos camelôs

Apesar do anúncio feito pela Prefeitura de que não será permitido que os camelôs retornem às áreas onde trabalharam no último final de semana, ainda existe resistência por parte de muitos dos comerciantes informais ao preverem que no local para onde estão sendo transferidos, não conseguirão movimentar seus negócios. Eles consideram a área “escondida” e que não atrairá consumidores para o local.

Estacionamento em frente ao Shopping Popular é apontada como a melhor alternativa pelos camelôs

A determinação do poder público municipal é de não permitir que os camelôs retornem aos locais que possam obstruir a passagem de pessoas e o tráfego de veículos. Toda a área de onde os camelôs estão sendo retirados deverá em breve estar incluída no projeto de estacionamento rotativo “zona azul”, que deverá ser licitada pela Prefeitura para ser administrada por empresa do setor. Na enquete realizada pelo Blog Jequié Repórter durante 30 dias, cerca de 80% da pessoas que opinaram é favorável a retirada dos camelôs da margem das ruas e passeios.

Vereador Ramon pede que empresa amplie percurso dos ônibus no Joaquim Romão

Ramon Fernandes diz usuários reclamam do não atendimento

O atendimento por parte da empresa Expresso Rio de Contas, a usuários residentes em várias ruas não atendidas pelo transporte coletivo urbano de Jequié, está sendo cobrada pelo vereador Ramon Fernandes (PTN), através de ofício aprovado na Câmara Municipal e encaminhado à direção da empresa. O pedido do vereador é no sentido de que sejam acrescentadas no roteiro cobertura dos ônibus, as áreas do Alto do Cemitério, Barro Preto e Bela Vista. “São localidades com grande número de habitantes, distantes do centro da cidade e que não contam com o serviço do transporte coletivo urbano, dificultando seus deslocamentos”. A partir do envio de cópia do ofício transmitindo o anseio das populações moradoras dessas localidade, o vereador diz que a sua expectativa é de que a empresa amplie o seu roteiro de atendimento para beneficiar essas pessoas.

Jerry Adriani morre aos 70 anos no Rio de Janeiro

Jerry Adriani um dos ídolos da Jovem Guarda, estava internado em tratamento contra o câncer

O cantor Jerry Adriani, ídolo da Jovem Guarda, morreu às 15h30 deste domingo (23), aos 70 anos, no Rio. Ele enfrentava um câncer e estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste. Recentemente, Jerry Adriani havia sofrido uma trombose em uma das pernas. O corpo do cantor será velado no Cemitério Francisco Xavier, no Caju, Zona Portuária do Rio, na manhã desta segunda-feira (24). O enterro será às 17h, no mesmo cemitério. Jair Alves de Souza [nome verdadeiro do cantor) nasceu em 29 do janeiro de 1947, no bairro do Brás, em São Paulo. Adotou o nome artístico de Jerry Adriani quando começou sua carreira como cantor, em 1964. O primeiro disco foi “Italianíssimo”, quando cantava músicas em italiano, algo que seguiu fazendo em toda a carreira. Em 1965, o cantor passou a gravar em português, com músicas reunidas no disco “Um grande amor”.  Também na década de 1960, foi apresentador nas extintas  TV Excelsior e TV Tupi, tendo passagens também pelo teatro e cinema.

Sindicato comunica paralisação dos bancários na sexta, 28

Marcel Cardim, presidente do Sindicato dos Bancários afirma que paralisação é legítima

Bancários e bancárias da base territorial do Sindicato dos Bancários de Jequié e Região Bancários e bancárias que atuam em instituições financeiras da jurisdição do Sindicato dos Bancários de Jequié e Região, aprovaram em assembleia geral realizada no último dia 17, paralisarem as suas atividades durante a greve geral marcada para a próxima sexta-feira (28) de abril. O  Sindicato, em nota assinada pelo presidente Marcel Cardim, esclarece que a paralisação nacional é em  defesa dos direitos trabalhistas e previdenciários ameaçados pelas reformas do governo Temer, que só atendem aos interesses do grande capital. Com a aprovação em Assembleia, o movimento foi legitimado e a categoria está habilitada a paralisar a prestação dos serviços na data mencionada, ressalvados os trabalhadores que atuam em área de compensação bancária, que deverão organizar, juntamente com o Sindicato, um esquema especial de trabalho.

No que se refere a eventual corte de salário do dia 28 de abril, a lei determina que a “greve suspende o contrato de trabalho, devendo as relações obrigacionais, durante o período, ser regidas pelo acordo, convenção, laudo arbitral ou decisão da Justiça do Trabalho” (artigo 7º da Lei 7.783/89). A nota do Sindicato dos Bancários informa ainda que a entidade buscará, junto aos bancos, o necessário abono ou compensação do dia parado e, se não houver negociação satisfatória acerca deste tema, moverá ação de cobrança na Justiça do Trabalho pleiteando o reconhecimento da legalidade da greve e a restituição de eventuais descontos, inclusive sobre o repouso semanal remunerado. “A ausência do trabalho no dia de greve não implica em ‘falta’ para efeito de benefícios, progressões e promoções na carreira, já que, como dito acima, os contratos de trabalho estarão suspensos neste dia. Os empregadores não poderão, em hipóteses nenhuma, constranger os trabalhadores ao comparecimento ao trabalho, tampouco frustrar a divulgação do movimento. Qualquer ato abusivo dos empregadores deve ser imediatamente comunicado ao Sindicato que adotará as providências cabíveis”.