Presos fogem de escolta policial após atendimentos no hospital

As pessoas que estavam no interior do hospital ou na área do entorno conviveram com muita apreensão

Tentativa de fuga promoveu muita  apreensão

Após receberem atendimento médico na noite de segunda-feira (2) na emergência do Hospital Geral Prado Valadares, dois internos do Conjunto Penal de Jequié conseguiram escapar da escolta e empreenderam fugas saltando o muro que circunda a unidade de saúde pública. Um dos detentos durante a tentativa de fuga projetou-se no telhado de uma residência na Rua José Alfredo Guimarães, precipitando-se na garagem da residência da Dona Eroildes Silva Santos, ganhando a rua em seguida. Os policiais militares fizeram o cerco da área  Em entrevista na manhã desta terça, 3, por telefone ao programa “Jequié Urgente” (93 FM), Dona Eroildes narrou o fato ocorrido, “foi uma noite de terror, estava deitada, meu esposo enfermo na cama, quando observamos o movimento no telhado até percebermos um homem caindo na garagem e em seguida saltando o muro”, contou ainda apreensiva em relação ao ocorrido. Os dois detentos foram recapturados.

Gif_500_100_gimacon (1) (1)

Matrícula para novos estudantes da rede estadual começa no dia 24

aratuonline-bahia-volta-aulas-e1425893514420

O período de matrícula da rede estadual para novos estudantes ou para alunos que já estão no sistema mas querem mudar de escolas começa a partir do dia 24 de janeiro, de acordo com a Secretaria de Educação da Bahia. O prazo para a renovação da matrícula para estudantes que vão permanecer na mesma instituição acabou no dia 30 de dezembro. Entre o dia 25 e 27 de janeiro será feita a matrícula para os alunos que já são da rede pública e ingressam na rede estadual. A partir do dia 27 será o prazo para os estudantes do ensino fundamental que entram para a rede pública estadual. E entre os dias 30 e 31 de janeiro a matrícula será feita por alunos que eram da rede particular, mas farão o ensino médio em escolas da rede estadual. A Secretaria da Educação disponibiliza também o Sistema de Matrícula Online, por onde os alunos, pais ou responsáveis, podem realizar a matrícula pela internet.  No ato da matrícula é necessário apresentar documentos original do Histórico Escolar ou Atestado de Escolaridade, firmado pela direção da unidade escolar, originais e cópias da Certidão de Registro Civil ou carteira de identidade (RG), do CPF (obrigatório para Educação Profissional) e do comprovante de residência.

SWS

Decisão sobre reajuste dos subsídios ficou para a nova gestão

Sérgio disse no discurso de posse que não tolerar corrupção em seu governo

Sérgio quer controle de gastos e afirma não tolerar corrupção em seu governo

A ex-prefeita Tânia Britto (PP), “lavou as mãos”, em relação aos dois projetos aprovados pela Câmara de Vereadores de Jequié, na legislatura passada, que estabelecem os reajustes dos subsídios do Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários Municipais e Vereadores, a partir de 1º de janeiro do mês em curso. A ex-prefeita não sancionou nem vetou os dois polêmicos textos, encaminhados a ela pelo legislativo no dia 28 de dezembro.

Prefeito Sérgio retornará a Câmara para apresentação do seu plano de governo

Prefeito Sérgio retornará a Câmara para apresentação do seu plano de governo

Diante do fato da ex-prefeita não haver se pronunciado sobre os projetos, passa a decisão pelo prazo de 15 dias contados do dia do encaminhamento, para o prefeito Sérgio da Gameleira (PSB). Caso o prazo se expire, igualmente sem sanção ou veto, os projetos retornarão à Câmara de Vereadores, cabendo ao presidente Tinho (PV), coloca-los em pauta após o início dos trabalhos legislativos de 2017, para que sejam ou não promulgados pelos novos vereadores. Caso seja aprovados pelo Executivo ou promulgados pelos vereadores, ficam aprovados os subsídios nos valores de R$ 20 mil para o Prefeito Municipal; R$ 15 mil para o Vice-Prefeito e R$ 12.660 para Secretários Municipais e Vereadores. O último reajuste de subsídios aprovados para esses cargos foi no ano de 2012.

Gif_500_100_gimacon (1) (1)

 

Quatro suplentes tomam posse como deputados estaduais na Bahia

Presidente Marcelo Nilo deu posse aos quatro deputados estaduais

Presidente Marcelo Nilo deu posse aos quatro deputados estaduais

O deputado Marcelo Nilo empossou na tarde desta  segunda-feira (2) como deputados estaduais os suplentes Bira Corôa (PT), Samuel Júnior (PSC), Mirela Macedo (PSD) e Ângelo Almeida (PSB) beneficiados nas eleições municipais com as vitórias dos titulares, eleitos prefeitos ou vice-prefeitos. O ato solene aconteceu no gabinete da presidência do Legislativo com a presença de familiares dos novos parlamentares. Os suplentes que foram empossados disputaram o pleito pelas coligações PP-PDT-PT-PTB-PR-PSD-PCdoB e DEM-PMDB-PSDB-PTN-PROS-PRB– PSC-S. Deixaram suas cadeiras na AL-BA, Robério Oliveira (PSD), eleito prefeito de Eunápolis, Rogério Andrade (PSD), eleito em Santo Antônio de Jesus e Vando de Almeida (PSC), eleito prefeito de Monte Santo. A outra vaga foi aberta pela eleição do peemedebista Bruno Reis para o cargo de vice-prefeito de Salvador na chapa encabeçada pelo prefeito ACM Neto. Mirela Macedo também foi vitoriosa nessa eleição em Lauro de Freitas, compondo a chapa com Moema Gramacho (PT), mas desistiu de assumir a vice-prefeitura para ingressar no Legislativo Estadual. Também deixaram as suas condições de deputados estaduais Herzem Gusmão (PMDB), que assumiu a prefeitura de Vitória da Conquista, Temóteo Alves de Brito (PSD), retornou ao  cargo de prefeito de Teixeira de Freitas, e Elinaldo (DEM) em Camaçari. Eleito prefeito de Belmonte, Jânio Natal (PTN) optou por continuar na Assembleia  renunciando ao cargo de prefeito sendo substituído pelo vice-prefeito e seu irmão, Janivaldo Andrade.
SWS

Número de presos mortos em Manaus é o maior desde o Massacre do Carandiru

Rebelião e mortes teve origem em briga entre facções

Rebelião e mortes teve origem em briga entre facções no presídio de Manaus

As 60 mortes  de detentos confirmadas até o início da tarde desta segunda-feira (2), no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, já fazem do episódio o segundo no país em número de mortos no sistema prisional, atrás apenas do Massacre do Carandiru (Casa de Detenção de São Paulo), em 1992, quando 111 presos foram mortos pela polícia. A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas confirmou pelo menos 60 mortes no Compaj, mas o número pode ser ainda maior, já que a Polícia Militar chegou a divulgar à imprensa local que 80 detentos foram mortos no motim, que começou na tarde de domingo (1º) e chegou ao fim nesta segunda-feira, após mais de 17 horas.

Policiais mantém restrito o acesso de pessoas ao IML de Manaus

Policiais mantém restrito o acesso de pessoas ao IML de Manaus

No Massacre do Carandiru, uma briga entre dois detentos no dia 2 de outubro de 1992 levou a uma confusão generalizada em um dos pavilhões do presídio, que se tornou uma rebelião. A Polícia Militar foi chamada, mas, após tentativa fracassada de negociação, decidiu invadir o local com metralhadores, fuzis e pistolas, matando 111 detentos. Mais de 24 anos após o massacre, ninguém cumpriu pena pelos crimes. Em outro episódio sangrento do sistema prisional brasileiro, 27 detentos foram mortos durante uma rebelião no Presídio Urso Branco, em Porto Velho. As mortes ganharam repercussão internacional pela brutalidade, que envolveu até decapitação, choque elétrico e enforcamento. A situação no presídio, principalmente a superlotação e as denúncias de maus-tratos, levaram o Brasil a ser denunciado à Corte Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA). (Agência Brasil)

Gif_500_100_gimacon (1) (1)

Após tomar posse como prefeito deputado renuncia e irmão assume a Prefeitura

Janival Natal assumiu a Prefeitura em substituição ao irmão Jânio Natal

Vice Janival assumiu a Prefeitura de Belmonte  em substituição ao irmão deputado Jânio Natal

O Deputado Estadual Jânio Natal (PTN) após ter sido eleito para o cargo de prefeito do município de Belmonte, no extremo sul da Bahia, renunciou ao cargo para que seu irmão, o eleito vice-prefeito, Janival Andrade tomasse posse. De acordo com a agenda da Assembleia Legislativa a posse dos suplentes foi marcada para a tarde desta segunda-feira, 2, às 14h. Segundo o site Jornal de Belmonte, após a cerimônia tradicional de posse do prefeito e dos vereadores, no domingo, 1º, Jânio apresentou e leu sua carta de renúncia de prefeito eleito de Belmonte. Em seguida, foi anunciado que o irmão do edil, Janival Andrade, iria assumir a prefeitura da cidade. Ainda de acordo com o site, o novo prefeito afirmou estar pronto para cargo: “Estou pronto para trabalhar e peço a todos os servidores públicos do nosso município, que se engajem nesta luta, para trilharmos juntos o mesmo caminho”.  De acordo ao Tribunal Superior Eleitoral, com a renúncia do prefeito, quem assume é o vice eleito. Nenhum artigo do Código Eleitoral Brasileiro proíbe a eleição de dois irmãos na mesma chapa.

SWS

Jequié passará a contar com cobertura 4G este ano

Além de oferecer mais velocidade, a tecnologia 4G permite uma conexão móvel à internet mais estável

Além de oferecer mais velocidade, a tecnologia 4G permite uma conexão móvel à internet mais estável

A TIM inicia 2017 com o dobro de municípios baianos atendidos com a tecnologia 4G: eram apenas oito no início do ano passado e, agora, outros oito entram na lista da alta velocidade de internet para smartphones: Alagoinhas, Barreiras, Eunápolis, Ilhéus, Jequié, Paulo Afonso, Porto Seguro, e Teixeira de Freitas. Eles se juntam aos municípios que já dispunham do 4G da companhia: Salvador, Camaçari, Itabuna, Feira, Vitória da Conquista, Juazeiro, Lauro de Freitas e Simões Filho. As companhias acreditam que, mesmo que a crise perdure neste ano, o brasileiro vai cada vez mais direcionar o dinheiro escasso para ter um produto de qualidade e satisfação assegurada. No estado, a companhia completa também, por outro lado, 188 municípios com a cobertura 3G: 32 cidades a mais que no início de 2016.

Gif_500_100_gimacon (1) (1)

Câmara: Sérgio da Gameleira minimiza derrota de chapa governista

Sérgio da Gameleira e o vice Hassan foram empossados pelo presidente da Câmara

Sérgio da Gameleira e o vice Hassan foram empossados pelo presidente da Câmara

Antes de se dirigir ao Centro de Cultura ACM, onde nomeou integrantes do seu secretariado, o prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), compareceu à Câmara de Vereadores, na tarde deste domingo (1º), para a cerimônia de juramento e posse no cargo, juntamente com o vice-prefeito Hassan Iossef  (PTB). Acompanhado pela esposa Marla Cafezeiro Almeida e o deputado federal Antonio Brito (PSD), o prefeito falou do compromisso de todos integrantes de seu governo em reverter a situação precária em que estão recebendo o município em todos os setores. Na mesa que dirigiu os trabalhos também estava presente o deputado estadual Euclides Fernandes (PSL)

Sérgio da Gameleira cumprimentando o vereador Tinho, novo presidente da Câmara

Sérgio da Gameleira cumprimentando o vereador Tinho, novo presidente da Câmara

Ao se referir ao processo eleitoral na Câmara de Vereadores, o prefeito Sérgio da Gameleira, procurar minimizar os efeitos da derrota aplicada sobre a chapa do vereador Ivan do Leite, que contava com o seu apoio declarado. Sergio preferiu lembrar o conceito de  que Executivo e Legislativo são poderes harmônicos mas autônomos. Disse que não existe o propósito em seu governo de interferir nas decisões do legislativo, “que não deve ser submisso ao poder executivo”.

SWS

Câmara: Substituição de chapa determina derrota de candidaturas governistas

Tinho (PV) é o novo presidente; Careca (PSC), vice; Régis Silva (PT) 1º Secretário e Laninha (PRP) 2ª Secretária

Tinho (PV) é o novo presidente; Careca (PSC), vice; Régis Silva (PT) 1º Secretário e Laninha (PRP) 2ª Secretária

A presidência da mesa diretora da Câmara Municipal de Jequié, no biênio 2017/2018, estará sob o comando do vereador Emanuel Campos Silva “Tinho” (PV), que lançou sua chapa no processo eleitoral realizado neste domingo (1º) saindo vencedora na disputa com o candidato  Ivan dos Santos Oliveira, “Ivan do Leite” (PSB), que contava com o apoio da base aliada do prefeito Sérgio da Gameleira. A expectativa de vitória do candidato governista vinha sendo estimada com um total de 11 votos. A chapa presidida por Tinho e constituída pelos vereadores Admilson Careca (PSC), vice-presidente; Régis Silva (PT), 1º secretário e Laninha (PRP), 2ª secretária, retirou dois votos tidos como certos pelo grupo governista e foi eleita com 10 votos favoráveis contra 9 obtidos pelo candidato Ivan do Leite.

Dez vereadores que votaram na chapa vencedora se dirigiram em bloco para a Câmara

Dez vereadores que votaram na chapa vencedora se dirigiram em bloco para a Câmara

Para obter a surpreendente vitória no processo, antes do registro das chapas, o vereador Eliezer Fiim (PSL), que era apontado como oponente direto de Ivan do Leite, decidiu retirar seu nome da  disputa. Com essa estratégia política, votaram com os componentes dos quatro cargos da chapa vencedora, os  vereadores Tinho (PV), Careca (PSC), Régis (PT), Laninha (PRP), Fiim (PSL), Joaquim (PMDB), Pastoleiro (PTN), Ramon (PTN), Roque Silva (PTN) e Colorido (PRP). Além do próprio candidato, votaram com Ivan do Leite (PSB), Dorival (PRB), Gilvan (PPS), Guina (PSOL), Gião (PSOL), Gutinha (PMDB), Márcio de Marinho (PP), Beto de Lalá (PTdoB) e Zé Simões (PHS).

Ivan do Leite não esconde decepção em discurso e sugere que houve traição no processo

Ivan do Leite não esconde decepção em discurso e sugere que houve traição no processo

Até os minutos que antecederam o registro de chapas e a eleição da nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Jequié, era avaliada como certa a vitória do candidato Ivan do Leite (PSB), que contava com a expectativa de obter 11 votos, contra oito do seu previsível oponente Eliezer Fiim (PSL). Após o resultado, o vereador Ivan do Leite subiu na tribuna criticando e sugerindo sem citar nomes, que ocorreu traição no processo. O presidente municipal do PSC, Verivaldo Santana, nomeado secretário municipal da Fazenda, ao deixar o plenário afirmou que a suposta traição teria ocorrido no seu partido, no caso o vereador Admilson Careca, que aceitou compor a chapa de Tinho, na condição de candidato a vice-presidente da Câmara.

Gif_500_100_gimacon (1) (1)

Revéillon 93FM e Trio da Huanna