Terceirizados do Estado voltam a reclamar de atrasos nos salários

Auxiliar de serviços gerais, Rita de Oliveira, mostra o contracheque zerado e muitas contas prá pagar (foto Bocão News)

Auxiliar de serviços gerais, Rita de Oliveira, mostra o contracheque zerado enquanto  muitas contas acumulam prá pagar (foto Bocão News)

Terceirizados que prestam serviços à Secretaria Estadual de Educação voltaram a realizar manifestações em Salvador e outros municípios da Bahia, protestando contra o atraso no pagamento dos seus salários. Nesta quinta-feira (30/4), mais um protesto está sendo organizado para acontecer em frente ao prédio da Secretaria de Educação, no CAB, Salvador. “É como um sangramento que nunca acaba. Todos os meses é a mesma agonia para receber o que é de direito. Isso é vergonhoso para o Estado, que este sindicato e estes trabalhadores ajudaram a construir. Alguém precisa, de uma vez por todas, dar um jeito definitivo nesta situação humilhante de ter que fazer manifestação mensamente para que os salários caiam na conta”, desabafou Ana Angélica Rabello, coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Bahia (Sindilimp-BA). Em Jequié os trabalhadores contratados pela empresa Sandes, afirmam que estão sem receber os salários de março. Além dos salários atrasados, os trabalhadores cobram que sejam definitivamente resolvidas as pendências com vale transportes, vale alimentação e plano de saúde. “Estamos discutindo, em âmbito nacional, o Projeto de Lei da Terceirização (PL nº 4330), a Lei Anticalote, mas os terceirizados aqui na Bahia continuam a ser tratados de maneira desumana e permanecem sofrendo”, declarou a sindicalista. Com informações do Bocão News.

 

II Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Jequié‏

conferenciaalimento

A Prefeitura Municipal de Jequié, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, em parceria com a Secretaria de Educação, Secretaria de Agricultura, Irrigação e Meio Ambiente, e o Conselho de Alimentação Escolar realizam, em 16 de maio próximo, no auditório da Secretaria de Educação de Jequié, a II Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Jequié, evento preparatório para 5ª Conferência Nacional, onde será abordado o tema: Comida de verdade no campo e na cidade. A presidenta da República, Dilma Rousseff, assinou em 05 de março de 2015 o decreto de convocação da 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional a ser realizada nos dias 3 a 6 de novembro deste ano, em Brasília. O documento foi publicado dia 06 de março de 2015 no Diário Oficial da União (DOU). A conferência será coordenada pelo Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea).

sws_wilson

Estudantes do IFBA Campus Jequié farão manifestação por melhor acessibilidade

Estudantes cobram melhoria da infraestrutura de acesso ao campus do IFBA em Jequié

Estudantes cobram melhoria da infraestrutura de acesso ao campus do IFBA em Jequié

Os estudantes do IFBA Campus Jequié estão organizando uma manifestação para a próxima quinta-feira (30/4), na Praça Ruy Barbosa, no centro de Jequié, às 8h da manhã. Os alunos querem chamar a atenção da sociedade para problemas estruturais, como vias esburacadas e falta de iluminação pública, no entorno do campus do IFBA em Jequié e também para os constantes casos de violência sofrida por eles nas proximidades da escola. É comum o registro de roubos a transeuntes no local. Outra queixa antiga dos alunos dos três turnos do IFBA é em relação à disponibilização de transporte público. Atualmente, a comunidade do IFBA é atendida por duas linhas de ônibus, uma com origem no bairro Jequiezinho e outra no Centro, em apenas dois horários por turno. Ou seja, os ônibus passam na frente da escola apenas seis vezes por dia.

Governo divulga carta de repúdio a execução de brasileiro na Indonésia

Rodrigo Gularte é o segundo brasileiro executado no país este ano (divulgação)

Rodrigo Gularte é o segundo brasileiro executado no país este ano (divulgação)

O governo brasileiro divulgou, no final da tarde desta terça-feira (28/4), uma carta de repúdio a execução de Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 42, na Indonésia. O paranaense estava preso desde julho de 2004 após tentar ingressar na Indonésia com seis quilos de cocaína escondidos em pranchas de surfe e foi condenado à morte em 2005. Em carta, o Governo afirmou que “recebeu com profunda consternação a notícia da execução”. Antes do fuzilamento, Dilma Rousseff havia enviado uma carta ao presidente indonésio, Joko Widodo, reiterando o “apelo para que a pena capital fosse comutada, tendo em vista o quadro psiquiátrico do brasileiro” – diagnosticado com esquizofrenia. A presidente também lamentou o fato de “as autoridades indonésias não serem sensíveis a esse apelo de caráter essencialmente humanitário”. Em carta, o Governo ressaltou a gravidade da nova execução, que “enfraquece a relação entre os dois países e fortalece a disposição brasileira de levar adiante, nos organismos internacionais de direitos humanos, os esforços pela abolição da pena capital”. Em janeiro, outro brasileiro, Marco Archer Cardoso Moreira, 53 anos, que também cumpria pena por tráfico de drogas, foi morto por um pelotão de fuzilamento. (Correio)

sws_wilson

“Paradeiro” afeta o comércio de alimentos da Praça Ruy Barbosa

Terça-feira, 28/04, às 20h, Praça praticamente vazia

Terça-feira, 28/04, às 20h, Praça praticamente vazia

Comerciantes de alimentos estabelecidos nos quiosques da Praça Ruy Barbosa, na área central de Jequié,  afirmam ainda não terem convivido, desde a inauguração da praça em 2008, com um período de “paradeiro”, como o que estão verificando nos dois últimos dois meses de 2015. “Nem mesmo nas raras noites de chuva ocorria uma ausência de clientes como vem registrando ultimamente”, comenta uma dessas comerciantes. Eles tentam encontrar explicações para essa fuga maciça de consumidores, atribuindo à crise econômica que atravessa o país, cujo reflexo atinge de forma direta os municípios e, encontram também, o fator insegurança como um dos agravantes. “No último sábado tivemos aqui uma cerimônia bonita do Colégio da Polícia Militar que atraiu muitas pessoas. Depois de encerrada a solenidade, quando muitas pessoas já haviam retornado para suas casas teve início uma briga generalizada entre grupos rivais. Uma situação muito complicada, quem estava por aqui preferiu ir embora”, relata um comerciante. Os comerciantes afirmam que após 21h, não tem sido agradável frequentar o local, que passa a ser frequentado por traficantes e usuários de drogas, além de pessoas envolvidas em prostituição. “Muitas famílias que antes frequentavam a praça começaram a se afastar daqui”, comentou. Todas as pessoas que deram as informações à reportagem do blog pediram reservas de seus nomes temendo represálias.

Diretor diz que suicídio de paciente no HGPV está sendo apurado

Após surto psicótico na rua paciente foi conduzida ao hospital público (foto rerodução)

Após surto psicótico na rua paciente foi conduzida ao hospital público (foto reprodução)

O diretor do Hospital Geral Valadares, enfermeiro Bráulio José Ferreira Neto, disse na manhã desta terça-feira (28/4), em entrevista na Rádio Povo AM de Jequié, que já foi constituída uma comissão de sindicância para apurar o suicídio de uma paciente do setor de saúde mental, ocorrido na noite de sábado (25), na enfermaria feminina da unidade. A mulher [cuja identificação não foi revelada] foi encaminhada ao hospital, em uma ambulância após ter sido acometida por um surto psicótico, na Rua Professora Virgínia, bairro Jequiezinho, na noite de sexta-feira (24). No local ela teria tentado contra a própria vida. Funcionários que estavam trabalhando no plantão em que ocorreu o suicídio serão ouvidos. O fato também está sendo investigado pela Polícia Civil.

 

Marta Suplicy deixa o PT dizendo que não tem como conviver com corrupção

Senadora Marta Suplicy alega que foi “isolada e estigmatizada” pela direção do PT

Senadora Marta Suplicy alega que foi “isolada e estigmatizada” pela direção do PT

A senadora Marta Suplicy (SP) entregou nesta terça-feira (28/4) sua carta de desfiliação do  PT, na qual alega que “não tem como conviver” com os escândalos de corrupção envolvendo o partido. “Para mim, como filiada e mandatária popular, os crimes que estão sendo investigados e que são diária e fartamente denunciados pela imprensa constituem não apenas motivo de indignação, mas consubstanciam um grande constrangimento”, justificou a senadora. O diretório municipal de São Paulo confirmou que a carta já foi entregue ao partido. Senadora por São Paulo, Marta foi também deputada e ministra da Cultura, de setembro de 2012 a novembro de 2014, na gestão de Dilma Rousseff. Foi ainda ministra do Turismo no governo de Luiz Inácio Lula da Silva e prefeita de São Paulo, de 2000 a 2004. Em sua despedida, Marta se queixa de que a carta de princípios do partido e seu programa partidário “nunca foram tão renegados pela própria agremiação” e diz que a direção do PT perdeu a capacidade de dialogar e ouvir seus filiados.  “Por décadas, acreditei e dei o melhor de mim na perseguição de ideais que, com seus acertos e erros, não se distanciavam de um norte ético indiscutível e intransigente. Hoje, entretanto, não me sinto mais em condições de cooperar com o que não faz mais sentido a mim e a milhões de brasileiros”, afirma. Ao anunciar a saída do PT, Marta também deixa claro que não pretende renunciar ao mandato de senadora, que poderá ser requisitado judicialmente, se a direção do partido assim o quiser. No texto, ela ressalta que foi eleita com 8 milhões de votos e que sua fidelidade maior é ao mandato, cujo exercício vem sendo cerceado pelo partido. (Agência Brasil)

sws_wilson

Fórum das ADs indica deflagração da greve nas Universidades Estaduais‏

Reunião de representantes das quatro universidades estaduais

Reunião de representantes das quatro universidades estaduais

Professores das quatro universidades estaduais discutirão em assembleias agendadas para o próximo dia  7 de maio, a proposta de deflagração de greve. Na Uesb, os professores se reunirão no campus de Itapetinga, com as participações de professores de Vitória da Conquista e Jequié.  Na reunião do Fórum das Associações Docentes (Fórum das ADs), realizada na segunda-feira (27), os professores indicaram a deflagração da greve. O governo recebeu o movimento na última sexta (24), quando os  representantes  do governo propuseram verbalmente a suplementação de R$ 6,679 milhões para a verba de pessoal. Os recursos seriam utilizados para o pagamento de promoções com vagas e progressões. Contudo, o montante não atende a todos os processos. As mudanças de regime de trabalho e as promoções sem vagas no quadro também não estão contempladas. “O governo petista deixou claro que não tem intenção de ampliar o quadro de vagas, nem destinar 7% da receita líquida de impostos para o orçamento. Desse modo, as promoções sem vagas no quadro e a realização de concursos públicos não acontecerão”, destacam os integrantes do Fórum das ADs. Eles  entendem que os professores não podem aceitar o fato de terem direitos garantidos pelo Estatuto do Magistério tratados pelo governo como concessão. Promoções, progressões e mudanças de regime de trabalho devem ser garantidas em sua integralidade. “Chegou a hora dos trabalhadores e trabalhadoras perderem a paciência”, defendeu a presidenta da Adusb, Márcia Lemos, sobre o processo a nível nacional de restrição de direitos.

Dia do Trabalho

Temporal e deslizamentos de terra deixam saldo de 14 mortos em Salvador

Chuva provocou devastação em várias regiões da capital baiana

Chuva provocou devastação em várias regiões da capital baiana

Quatorze pessoas morreram, entre elas uma criança, após dois deslizamentos de terra atingirem imóveis em Salvador nesta segunda-feira (27/4), informou a Secretaria de Saúde de Salvador. Na Avenida San Martin, sete pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas. Até por volta das 17h, pelo menos duas pessoas ainda eram procuradas nos destroços, segundo o Corpo de Bombeiros. Na localidade do “Marotinho”, no Bairro de Bom Juá, um outro deslizamento deixou sete mortos e três pessoas foram resgatadas com vida para o Hospital Geral do Estado (HGE). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), do dia 1º de abril até esta segunda-feira, Salvador registrou 329.8 milímetros  de volume de chuva – 6% acima da média estabelecida para todo o mês. Heráclio Alves, meteorologista do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), afirma que, em abril, o normal é 300 milímetros de chuva. (fotos Lúcio Távora e Marco Aurélio Martins/Ag. A Tarde)

Populares fazem esforços para desobstruir áreas atingidas

Populares fazem esforços para desobstruir áreas atingidas

sws_wilson

Pré-vestibular gratuito amplia oferta a distritos e povoados de Jequié

UMES comemora ampliação da oferta do cursinho gratuito

UMES comemora ampliação da oferta do cursinho gratuito

Terão início nesta terça-feira (28/4),  as inscrições para o curso pré-vestibular “Universidade para Todos”. Pela primeira vez o cursinho será oferecido gratuitamente  nos distritos  de Barra Avenida,  Itajuru, Itaibé, Oriente Novo e Florestal, onde foi iniciado em 2014 e, agora também atende os povoados da Cachoeirinha, Fazenda Velha e Barragem da Pedra,  graças ao convênio envolvendo firmado entre a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)  a Prefeitura de Jequié e UMES- União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Jequié e Região. Na zona urbana teremos turmas do cursinho pré-vestibular estão nos colégios municipais Presidente Médice, Stela Câmara Dubois , Curral Novo e Alíria Argôlo.  No distrito de Florestal, alunos do programa no ano passado, conseguiram aprovação no vestibular da Universidade Estadual do Sudoeste, a exemplo de Thais Jesus Bastos, aprovada no curso de Pedagogia. “Nossa solicitação veio a partir da temática das ações afirmativas e das políticas de inclusão social no âmbito educacional e social que temos dentro da entidade estudantil”, comemoram os dirigentes da UMES.

sws_wilson