Vereador diz que visita de Wagner não produziu nenhum efeito positivo para Jequié

Vereador Neto da Água Já (PRB) criticou visita do governador a Jequié

Vereador Neto da Água Já (PRB) criticou visita do governador a Jequié

A visita do governador Jaques Wagner na última segunda-feira (26/8) a Jequié, para entregar os conjuntos residenciais Cachoeirinha I e II, do programa Minha Casa, Minha Vida, na avaliação do vereador Juvenal Almeida Teles Neto (PRP) – Neto da Água Já – não produziu, em termos de participação efetiva do governo estadual,  qualquer efeito positivo para o município,  na medida em que o Chefe do Executivo baiano, segundo ele,  não deu qualquer tipo de segurança à população em atender os seus pleitos. O vereador disse na sessão de terça-feira (27) da Câmara Municipal que não esteve presente à inauguração, mas, acompanhou a entrevista do governador através de uma emissora de rádio da cidade. “Todos os questionamentos feitos pelos jornalistas, sobre a nova ponte, aeroporto, melhoria da saúde pública, universidade estadual, novas redes de saneamento básico etc,  não tiveram por parte do governador a garantia de que ainda possam ser atendidas em seu governo”, disse. Para o vereador, a visita do governador deixou transparecer que ele está buscando apenas dar maior visibilidade ao secretário estadual Rui Costa, um dos nomes do PT para a sucessão estadual. Com certa pitada de ironia, o vereador Neto da Água Já, parabenizou os colegas petistas Pé Roxo, Deyvison Batista e Dr. Wanderley, “por não terem comparecido à inauguração entendendo que Jequié não estaria ganhando qualquer tipo de benefício do estado com essa visita”, enfatizou.

Projeto de Lei quer proibir transmissão de lutas de MMA na TV

Lutas de MMA e UFC são altamente lucrativas

Lutas de MMA e UFC são altamente lucrativas

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática da Câmara dos Deputados promoveu na terça-feira (27/8) o seminário: “O MMA e a televisão: entretenimento, formação da cidadania ou banalização da violência?”, com o  objetivo é debater o Projeto de Lei 5534/09, que proíbe a transmissão de lutas marciais não olímpicas pela TV, em análise na comissão.Os autores do requerimento do seminário, deputados Emiliano José (PT-BA) e Sibá Machado (PT-AC) argumentam que “a televisão não deveria ser, sob nenhuma hipótese, veículo destinado ao estímulo da violência, dos sentidos mais animalescos do ser humano”. Eles citam diversos casos de mortes e lesões graves resultantes dessas lutas. “Por outro lado, eventos envolvendo campeonatos de MMA e UFC, ex-vale-tudo, têm-se mostrado negócios altamente lucrativos às emissoras, que movimentam cerca de US$ 100 milhões ao mês nos países envolvidos”, apontam. O deputado Acelino Popó (PRB-BA), campeão de boxe no Mundial de 1999, quer regulamentar a prática do MMA para que a luta  ganhe status de esporte e podendo ser exercida profissionalmente. O projeto de lei 5534/09 prevê que  quem descumprir a determinação ficará sujeito à multa de R$ 150 mil, além de outras sanções. Em caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro. Se incorrer na infração pela terceira vez, a emissora perderá o direito à concessão. O valor das multas deverá ser corrigido anualmente pela variação dos índices oficiais de inflação.

Jornalista posta no Facebook que médicas cubanas parecem ‘empregadas domésticas’

Após a "cagada explícita" a jornalista teve a cara de pau de pedir desculpas e dizer que mal interpretada

Após a “cagada explícita” a jornalista teve a cara de pau de pedir desculpas e dizer que mal interpretada

A declaração de uma jornalista do Rio Grande do Norte sobre a aparência das médicas cubanas que chegaram ao Brasil para trabalhar no Programa Mais Médicos gerou polêmica nas redes sociais na terça-feira (27/8). A jornalista Micheline Borges publicou que as médicas têm cara de “empregada doméstica” e questiona se as mulheres são mesmo profissionais da saúde. “Será que são médicas mesmo?”, contesta. Ela excluiu a conta na rede social após a repercussão da mensagem, que gerou mais de cinco mil compartilhamentos até as 16h de terça.  “Me perdoem se for preconceito, mas essas médicas cubanas tem uma Cara de empregada doméstica. Será que São médicas Mesmo? Afe que terrível. Médico, geralmente, tem postura, tem cara de médico, se impõe a partir da aparência…Coitada da nossa população. Será que eles entendem de dengue? Febre amarela? Deus proteja O nosso povo! (sic)”, diz a mensagem postada durante a manhã.  Ao portal de notícias  G1, a jornalista pediu desculpas aos que se sentiram ofendidos e afirmou ter sido mal interpretada. “Foi um comentário infeliz, só gostaria de pedir desculpas, fiquei muito angustiada. Ganhou uma proporção muito grande nas redes sociais, onde as pessoas interpretam do jeito que querem. Não tenho preconceito com ninguém, não quis atingir ninguém, nem ferir a imagem nem a profissão de ninguém”, declarou.  O diretor do Sindicato das Empregadas Domésticas do Rio Grande do Norte, Israel Fernandes, informou que vai analisar a possibilidade de entrar na Justiça contra a jornalista.  “Isso é um absurdo. Em pleno século 21 uma pessoa ainda ter esse tipo de pensamento. Não acredito que essa moça seja jornalista mesmo. É racismo, discriminação, é crime. Vou me reunir com os demais membros do sindicato para analisar a possibilidade de entrar na Justiça. Ela vai responder por esses crimes”.

Ministro diz que médicos vaiando colegas cubanos no Ceará envergonham o Brasil

Comportamento dos médicos cearenses durante protesto em Fortaleza, repercutiu no país (reprodução)

Comportamento dos médicos cearenses durante protesto em Fortaleza, repercute no país (reprodução)

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, declarou na terça-feira (27/8) que a atitude dos médicos cearenses com os colegas estrangeiros durante o desembarque na segunda-feira (26),  foi truculenta e xenófoba. “Lamento veementemente a reação de alguns médicos brasileiros em Fortaleza. Eu vi as cenas e são cenas de quem incita a xenofobia, o preconceito. Custa entender que profissionais são aqueles, que participam de um corredor polonês da xenofobia, do preconceito. E não acredito que essa seja uma postura da maioria dos médicos brasileiros. Acho que são grupos isolados”, declarou. Já  José Maria Pontes, presidente do Sindicato de Médicos do Estado do Ceará (Simec),  argumenta que a imprensa distorceu os acontecimentos e afirma que as vaias eram direcionadas aos representantes do Ministério da Saúde, não aos médicos estrangeiros.  Ele confirmou a realização do “verdadeiro corredor polonês”, mas atribui as vaias e hostilização aos representantes do governo que estavam presentes, com frases de ordem como “Fora, Padilha”.  O Ministro da Saúde ressaltou o estímulo aos médicos brasileiros para que escolhessem municípios que não têm médicos e a necessidade de contratar médicos estrangeiros para locais com número insuficiente de profissionais.

Caminhada em comemoração a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla

Caminhada percorreu ruas da cidade (fotos João Lourenço)

Caminhada percorreu ruas até a  Praça Ruy Barbosa (fotos João Lourenço)

Uma caminhada na tarde de terça-feira (27/8) pelas principais ruas do centro de Jequié, com saída da praça em frente a Catedral de Santo Antônio culminando com concentração na Praça Ruy Barbosa, onde foram desenvolvidas atividades esportivas, recreativas e de lazer, fez para das comemorações na cidade, da  Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, iniciada em todo o país dia 21, por orientação da Federação Nacional das APAEs (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). O tema da programação deste ano, que será encerrada na quarta (28), é “Desafiando os limites, diminuindo as diferenças”. A presidente da APAE Jequié, Moana dos Santos Meira Silva, disse que o tema “busca remeter o espírito de luta e garra das pessoas com deficiência e, também, dos Apeanos que tem, nesses supostos limites, a motivação para superação deles”. Outras entidades da cidade participam da Semana Nacional, a a exemplos da Direc 13, Adfij (Associação dos Deficientes Físicos), Secretaria Municipal da Educação, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, CAP, Creas, Centro de Referência dos Direitos Humanos, Núcleo de Ações Inclusivas da Uesb, SRM-Adolfo Ribeiro, SRV e a FUAN (Fundação Urbano de Almeida Neto).

Idosos assistidos pela FUAN também se reuniram na Praça Ruy Barbosa

Idosos assistidos pela FUAN também se reuniram na Praça Ruy Barbosa

Vereador Ivan do Leite comenta a passagem de um ano do assassinato do Sd PM Jurandy

Ivan do Lei comentou a dor permanente em sua família

Ivan do Lei comentou a dor permanente em sua família

O transcurso de um ano do cruel assassinato do Soldado da Polícia Militar, em Jequié, Jurandy dos  Santos Oliveira, praticado por cerca de dez indivíduos na noite de 26 de agosto do ano passado, foi comentado na tribuna da Câmara Municipal, sessão de terça-feira (27/08), pelo seu irmão, vereador Ivan dos Santos Oliveira (PSB), ao fazer referências ao sentimento de dor e de perda que permanecem no seio de sua família e dos amigos. Ivan do Leite disse que ninguém seria capaz de avaliar a crueldade e a covardia praticadas contra o policial [na época postulante a uma cadeira na Câmara, pela legenda do PT] desde seu sequestro ocorrido na região do Rio Preto do Costa, até a sua execução em um terreno baldio às margens do anel rodoviário de Jequié. Seis elementos envolvidos no crime foram mortos em confronto com policiais e quatro permanecem presos, dois em Jequié, um em Salvador e outro em Petrolina-Pe.  Ivan agradeceu em nome da família a solidariedade sempre dispensada pela população á sua família e pediu a reflexão das crianças e dos adolescentes, bem como a orientação dos pais,  para que evitem se envolver com as drogas,  “elemento determinante para a prática de atos de tal natureza, disse.

Desabamento de prédio deixa mortos e feridos em São Paulo

Desabamento de prédio em São Paulo deixa ao menos 6 mortos

Desabamento de prédio em São Paulo deixa ao menos 6 mortos (foto Mateus Bruno Santos)

O desabamento de um prédio de dois pavimentos em construção na zona leste de São Paulo deixou pelo menos sete pessoas mortas e 21 feridas, segundo informações do Corpo de Bombeiros. Por volta das 9h, a corporação foi acionada para atender a um chamado na avenida Mateo Bei, em São Mateus. Pelo menos 23 viaturas foram enviadas para o local. Segundo o major da Polícia Militar Hideo Augusto, os ferimentos mais graves foram provocados “pela queda da estrutura” do prédio. Segundo ele, as equipes no local trabalharam, inclusive, com a ajuda de uma das vítimas soterradas, que utilizou um telefone celular para orientar os bombeiros durante o resgate. Sobre as possíveis causas do desabamento, o major preferiu não entrar em detalhes. De acordo com os bombeiros, no local funcionava um posto de combustível que foi desativado para a construção de um prédio comercial.  O helicóptero Águia, da Polícia Militar, também foi acionado para auxiliar no resgate, que ainda conta com o apoio de cães farejadores da PM. Para facilitar o resgate das vítimas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), interditou os dois sentidos da avenida Mateo Bei, na altura da rua Margarida Cardoso dos Santos. Profissionais da Comgás, Eletropaulo, Sabesp, Samu e Defesa Civil também atuam na área do acidente. (Uol)

Condenada em Sergipe, Torre presta serviços na Bahia

Atendendo a provocação do Ministério Público Estadual de Sergipe, o juiz Manoel Costa Neto, do município sergipano de São Cristóvão, condenou sob a acusação de improbidade administrativa os ex-prefeitos Jadiel Campos e Alex Rocha, o ex-secretário Wanderley Borges de Mendonça e os sócios da Torre Empreendimentos Rurais Ltda, empresa que atua no ramo de coleta de lixo em Salvador. Pela empresa, foram condenados os sócios José Antonio Torres Neto e Soraya Machado Torres dos Santos, além do representante legal José Carlos Dias da Silva. Segundo a denúncia, a administração municipal teria desviado recursos do FNDE e repassado para pagamento à Torre. Todos tiveram decretada a suspensão dos seus direitos políticos pelo prazo de 8 a 10 anos, além da proibição de contratar com o poder público pelo prazo de 10 anos. Ainda cabe recurso do decisão, mas vereadores em Salvador já pensam em pedir a suspensão do contrato da Torre com a Prefeitura, além de questionar a eventual participação da empresa na futura licitação para o lixo na capital baiana. A empresa também presta serviço para a prefeitura de Jequié. (Política Livre)

 

Sindicalista jequieense teria bancado pesquisa com custo em torno de R$ 150 mil

Marcio Fatel atualmente em Salvador é presidente licenciado do Sindicato dos Comerciários de Jequié

Marcio Fatel atualmente em Salvador é presidente licenciado do Sindicato dos Comerciários de Jequié (reprodução)

O jornalista Jairo Costa Júnior, noticia na sua coluna “Satélite”, do jornal Correio, que um aliado do ex-ministro Geddel Vieira Lima,  pré-candidato do PMDB ao Palácio de Ondina, foi quem bancou a mais recente pesquisa do Ibope  sobre a disputa pelo governo baiano. O Presidente da Federação dos Empregados do Comércio de Bens e Serviço da Bahia e Sergipe (Fecombase), Márcio Fatel, é também filiado ao partido e dirige o Núcleo Sindical da sigla no estado, cargo para o qual foi eleito em 2011.  Consultados, especialistas no mercado de marketing político e pesquisas eleitorais estimam que um levantamento com a grife do Ibope, com 1.008 entrevistados na capital e interior,  custa em torno de R$ 150 mil. Quantia salgada para uma entidade de trabalhadores que ocupa três salas no modesto edifício Centerville, na Avenida Sete, ao lado da Igreja da Piedade.

Tribunal do Trabalho na Bahia publica edital de concurso público

ConcursoO Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (5ª Região) divulgou no Diário Eletrônico da Justiça de  segunda-feira (268) edital do concurso para nível médio e superior. A Fundação Carlos Chagas (FCC) é a responsável pela organização. As vagas de nível superior são para analista nas áreas de Direito, Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, Contabilidade, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Segurança do Trabalho, Estatística, Fisioterapia, Medicina, Odontologia, Serviço Social, e Tecnologia da Informação. Há oportunidades também para graduados em qualquer área, além de formação de cadastro reserva. A remuneração inicial varia de R$ 9.188,20 a R$ 7.566,42. Os cargos de nível médio são para técnico judiciário nas áreas administrativa e de apoio especializado. O salário é de R$ 4.635,03.  Os aprovados ficarão sujeitos à jornada de trabalho de 40 horas semanais. As inscrições devem ser feitas exclusivamente no período das 10h do dia 05 de setembro até as 14h do dia 25 de setembro, pelo site da FCC.  A taxa é de R$ 75 para cargos de analista e R$ 65 para os cargos de técnico judiciário. A aplicação das provas objetivas e discursivas será em 03 de novembro, em Salvador. O edital de resultado das provas objetivas, discursiva, vista das provas e respostas dos recursos está previsto para 07 de janeiro de 2014. Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112,  de 11 de dezembro de 1990, e alterações posteriores) e demais normativos federais aplicáveis à Justiça do Trabalho, bem como regulamentação interna.

Implementado e Monitorado por: Neirival Neri  |  Agradecimento: AgenciaCARRILHO