Pequenos estabelecimentos comerciais são alvos de assaltantes

Assaltos preocupam pequenos comerciantes

Numa sequência de ocorrências num mesmo dia,  três estabelecimenos comerciais de pequenos portes localizados em bairros  foram alvos de ações de bandidos na última quinta-feira (27) em Jequié, de acordo registros da Central de Polícia do 19º Batalhão de Polícia Militar. Por volta das 14h20, dois elementos armados em uma motocicleta preta, adentraram na Panificadora Nacional,  na Avenida Beira Rio, no Mandacaru e levaram do caixa a importância de R$ 50,00; às 17h30, na Rua Salva Vidas, no Km 3, o alvo foi o Mercadinho Mundial, foi assaltado por dois elementos que levaram em espécie R$ 500,00 e, às 19h30, a Panificadora Itaigara, foi invadida por um elemento que chegou em uma moto, de posse de um revolver, levando a importância de R$ 150,00. A frequência desses assalto considerados de pequena monta origina a sensação de insegurança para  os comerciantes estabelecidos nos bairros que se mostram visivelmente preocupados em face dos crimes  serem praticados, geralmente,  por usuários de drogas, armados cujos desfechos são sempre imprevisíveis.

Bancos públicos voltam a funcionar

Bancos públicos voltam a funcionar normalmente

Durante assembleia realizado na noite de quinta-feira (28) na sede do Sindicato dos Bancários da Bahia (SBBA), em Salvador, as instituições públicas – Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco do Nordeste – decidiram aceitar a mesma proposta dos bancos privados e deram fim à greve. No dia anterior os bancários de bancos privados já haviam decidido o fim da greve  que durou nove dias.Na assembléia a categoria  aceitou a proposta apresentada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Os acordos específicos consistem em 7,5% de reajuste nos salários, um reajuste de 8,5% no piso e nos tíquetes, melhoria da participação nos lucros e resultados, entre outras vantagens. Os dias parados não serão descontados dos salários, já que os bancários vão repor os dias parados, com trabalhos extras.

 

Dezessete pessoas são presas na região em operação contra roubo de carga

Operação "Carga Segura" monitorou a ação dos ladrões de cargas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) com o apoio de equipe de delegados e agentes da 9ª Coorpin de Jequié,  prendeu 17 pessoas e apreendeu dois adolescentes por roubo de carga em uma operação na cidade de Nova Itarana, na quinta-feira (27). A Polícia Civil deu apoio à operação. (www.jrtv.com.br). Os suspeitos agiam na BR-116 e outras  rodovias da região – muitas vezes fazendo com que caminhoneiros parecem na pista para então atacar as cargas transportadas. Eles agiam sempre em grupo.  ”Muitos caminhoneiros têm parado na BR com defeito no próprio carro e, em seguida, aparece alguém. O pessoal que fica na BR fingindo que está vendendo alguma coisa, com o celular, já chama suas quadrilhas, vão e atuam roubando os caminhoneiros”, disse o delegado Arão Borges. A polícia conseguiu identificar os suspeitos usando um vídeo feito por policiais rodoviários em junho de 2012, quando um grupo de pessoas roubou uma carga de charque de um caminhão na BR-116. Pelo menos 30 roubos foram feitos nos últimos dois anos pelas quadrilhas.

TST manda funcionários dos Correios voltarem ao trabalho

Se o trabalho não for retomado na sexta, 28, será aplicada multa de R$ 20 mil por dia

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que os funcionários dos Correios voltem ao trabalho a partir de sexta-feira (28), de acordo com o horário de cada funcionário. Os ministros da Seção de Dissídios Coletivos decidiram também que os trabalhadores deverão compensar os dias parados com trabalho extra em até seis meses. Se o trabalho não for retomado na data determinada será aplicada multa de R$ 20 mil por dia. Na Bahia, os funcionários dos Correios decidiram entrar em greve por tempo indeterminado e em assembleia na noite do último dia 24, aderindo à paralisação nacional.  Os ministros decidiram ainda que os trabalhadores terão um aumento de 6,5% retroativo a agosto. Os Correios tinham proposto reajuste de 5,2%, mas a ministra Kátia Arruda, relatora do processo de dissídio ajuizado pela empresa, aumentou o percentual, para “preservar minimamente o poder aquisitivo dos trabalhadores”.  Os ministros decidiram que greve não é abusiva porque foi comunicada com antecedência pelos empregados à empresa. Também foi determinada a formação de uma comissão com representantes da empresa e dos empregados para debater a adaptação do plano de saúde oferecido atualmente às normas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). As informações são da Agência Brasil.

Primavera… Estação das Flores… Paraíso da Natureza

Mesmo sem que sejam dispensados os cuidados necessários a natureza brota e se faz presente em antiga pracinha de Jequié

A Primavera teve início em 23 de setembro e termina no dia 21 de dezembro.  É uma época em que ocorre o florescimento de várias espécies de plantas. Portanto, é um período em que a natureza fica bela, presenteando o ser humano com flores coloridas e perfumadas. A função deste florescimento é o início da época de reprodução de muitas espécies de árvores e plantas.

“A natureza festeja, se renova quer nos mostrar com muito orgulho   que está de roupa nova, colorida. É mais uma evidência do poder de Deus, e do seu amor por nós. Apesar da destruição que o próprio homem vem causando com a poluição e desmatamento, ainda temos esta bela estação que encanta como um simples desabrochar de uma flor”. Fragmentos de texto de Rayma Lima 

Com o tema “Sou Católico” TLC realizou evento em Jequié

Aconteceu no último final de semana, o 57º TLC com o tema: Sou Católico. O evento contou com participação de 79 Jovens da Diocese de Jequié e alguns jovens de Belo Horizonte agraciados com uma verdadeira catequese em relação à Igreja Católica Apostólica Romana. Segundo o presidente do TLC, Everlânio Costa, toda equipe de trabalho está de parabéns pela disponibilidade no serviço às obras do Senhor. A missa de encerramento foi celebrada por Dom Cristiano e pelo diretor Espiritual do movimento Pe. Juvan pároco de Apuarema. Este TLC foi coordenado pelos jovens Igor Jandiroba e Ana Paula Almeida (Paulinha).

Executivo da Google no Brasil preso pela PF por desrespeitar decisão da Justiça Eleitoral

Fábio José Silva Coelho não permaneceu preso por muito tempo

A Polícia Federal deteve o diretor-geral do Google no Brasil, Fábio José Silva Coelho, na tarde de quarta-feira (26), após a empresa não obedecer ordem judicial para que um vídeo com acusações contra um candidato a prefeito de Campo Grande (MS) fosse retirado do You Tube. O pedido foi feito na terça, 25, pelo juiz da 35ª Zona Eleitoral, Flávio Saad Peren. “Por se tratar de um crime de menor potencial ofensivo, apesar de trazido para a Polícia Federal, ele não permaneceu preso.

“A rede não pode ser responsabilizada pelos crimes de quem a utiliza”. posicionamento de Sérgio Amadeu, membro do Conselho Gestor da Internet no Brasil contestou a prisão afirmando que “A rede não pode ser responsabilizada pelos crimes de quem a utiliza”, para ele, culpar o diretor-geral do Google no Brasil, Fábio Coelho é o mesmo que  responsabilizar um motorista de táxi por transportar um criminoso. “É complicado o motorista pedir atestado de antecedentes para entrar no veículo. Ele não pode ser responsabilizado pela má conduta de seu passageiro”, compara. Este também é o posicionamento da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). Nas palavras do presidente Maurício Azêdo, “houve um erro em relação à punição do culpado, uma vez que o diretor-geral do Google Brasil não é responsável pela publicação”.

 

Greve continua nos bancos do Nordeste, do Brasil e Caixa Econômica Federal

Em assembleia realizada na noite de quarta-feira (26), os bancários decidiram encerrar a greve dos bancos privados. O Sindicato dos Bancários da Bahia informou que a categoria ligada aos bancos públicos – Banco do Nordeste, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal -  não aceitou a proposta da Federação Nacional de Bancos (Fenaban) de 7,5% de reajuste do piso inicial.  Uma nova reunião está marcada para às 18h30 de quinta-feira (27), em Salvador, com o intuito de discutir o andamento da paralisação dos bancos públicos. Os funcionários dos bancos privados retomam as atividades a partir desta quinta, 27.

Usuários da operadora Oi convivem com problemas para efetuar suas ligações

Ao tentar fazer uma ligação usuários se sentem com cara de palhaço (foto ilustrativa)

Usuários da telefonia móvel celular da operadora Oi em Jequié, vem convivendo nas últimas 48 horas, com sérias dificuldades de conexão entre  linhas. O impasse tem deixado os usuários indignados pelo fato de não saberem a quem recorrer para reclamar do problema. O Procon ou o Ministério Público seriam as alternativas. Além da impossibilidade de estabelecer um contato com outro celular,  interrupções nas chamadas tem sido freqüentes e, ainda, vem ocorrendo o cruzamento de ligações, inclusive com usuários de outras localidades. Uma informação chegada a editoria do blog através do repórter Del Santos (89,7 FM), dava conta de que um representante da operadora teria informado de que a ocorrência de uma pane em equipamentos na cidade de Vitória da Conquista, estaria sendo responsável pelas avarias que vem ocorrendo em vários municípios.

O blog Jequié Repórter voltou a procurar um técnico, especialista em telecomunicações,  que nos prestou os esclarecimentos a seguir:  “Ao contrário dos serviços de telefonia fixa, que estão baseados principalmente em cabos de fibra ótica e switches físicos para oferecer serviços em uma determinada área geográfica, os serviços celulares funcionam com torres que conectam os telefones aos switches de software localizados nelas. Quando a torre se torna inoperante por alguma razão, como algum acontecimento climático, um problema no software, ou uma sobrecarga de sinais a serem processados, as chamadas acabam sendo cortadas e o usuário acaba recebendo a mensagem de “serviço não disponível” ou “chamada interrompida”, diz.

O técnico explica ainda que, muitas operadoras estabelecem “áreas de cobertura” para seus planos. Existe uma área de chamadas locais, uma área de chamadas estendidas e áreas de serviço de roaming. Para as pessoas que não optarem pelas áreas estendidas e de roaming em seus planos, interrupções de chamadas podem acontecer próximo ao limite da área local. Muitas vezes aparece na tela do celular uma mensagem indicando que é impossível fazer ou receber chamadas, como “fora de área” ou “sem recepção”. Uma vez que o usuário volta à área de chamadas, a mensagem desaparece e pode ligar outra vez. “Quase todas as áreas de serviço cobrem locais com terreno irregular, árvores e outros obstáculos que podem interferir na integridade da conexão. Isso cria o que se chamam de “zonas mortas” na área de serviço. As zonas mortas tendem a ser a maior causa de chamadas caídas. Uma vez fora da zona morta, o usuário pode ligar e receber chamadas outra vez, e não precisa se preocupar mais com a interrupção de chamadas até atingir a próxima zona morta.

 

Bancários aceitam proposta e anunciam fim da greve iniciada dia 18

Terminou na quarta-feira (26),  a greve que durou nove dias dos bancários. Em assembleia os funcionários aprovaram a proposta da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) de reajuste salarial de 7,5%. A partir de amanhã os clientes já encontram as agências funcionando normalmente. Pela proposta da Fenaban, as cláusulas econômicas ficam assim: piso de R$ 1.519 (reajuste de 8,5%, o que significa 2,95% de ganho real); auxílio-refeição de R$ 472,15 (R$ 21,46 por dia) – ganho de 8,5%; cesta-alimentação e 13ª cesta-alimentação de R$ 367,90 (aumento de 8,5%). Segundo o Sindicato dos Bancários do ABC, a parte fixa da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e o teto do adicional subiriam 10% (aumento real de 4,37%). Assim, os R$ 1.400 fixos da regra básica chegariam a R$ 1.540. E o teto do adicional de R$ 2.800 para R$ 3.080. A primeira parcela da PLR será paga até dez dias após a assinatura da Convenção Coletiva e a segunda até o dia 1º de março. Vale lembrar que a categoria reivindicava índice de aumento de 10,25% (somadas reposição da inflação mais reajuste real de 5%). A nova proposta apresenta avanços. Na última rodada de negociação antes da greve, dia 4, os bancos ofereceram reajuste de 6%, aumento real de 0,58% para salários e demais verbas.

 

Implementado e Monitorado por: Neirival Neri  |  Agradecimento: AgenciaCARRILHO