Bahia está impedida de contratar novos empréstimos

Governo Rui Costa fica impedido de concretizar repasse de R$ 600 milhões através do Banco do Brasil

A Bahia está entre os 12 estados impedidos de receber garantias da União para contratação de novos empréstimos, informou na quarta-feira (06) Secretaria do Tesouro Nacional (STN), órgão do Ministério da Fazenda responsável pela gestão das contas públicas. O veto inviabiliza o repasse dos R$ 600 milhões pleiteados junto ao Banco do Brasil pelo governo Rui Costa (PT), que atribuía a demora na transferência dos recursos a uma suposta perseguição dos rivais políticos. As restrições constam na versão final de 2017 do Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, baseado no exercício fiscal de 2016. O documento estabelece quem pode ou não  firmar operações de crédito lastreadas pela União, de acordo com notas referentes à Capacidade de Pagamento (Capag). Os 13 estados com conceito A ou B estão liberados. Os classificados com C, caso da Bahia, ou D ficam barrados.  O novo boletim do Tesouro revela ainda que a Bahia obteve nota C desde 2014. Os níveis insuficientes de liquidez ou de poupança corrente, segundo a avaliação da STN, colocaram o estado na lista de impedidos.

A Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) criticou o dado publicado pelo Tesouro Nacional “Tecnicamente, temos dificuldade para explicar como a mudança nos critérios consolidados faz com que um estado como São Paulo, cuja dívida bruta representa 205,22% da sua receita, fique em melhor condição que outro, a Bahia, cujo perfil de endividamento é muito melhor, representando 70,25% da receita. O que houve foi uma manipulação dos parâmetros para definição do rating: a lista original, de oito itens, foi reduzida para três, prevalecendo, por “coincidência”, aqueles que beneficiam estados mais poderosos”, rebate o órgão estadual. “Quem deve explicação, portanto, é o Tesouro Nacional, que criou a fórmula em que esse tipo de distorção passa a ser reconhecida como critério para o aval da União. De fato, o governo federal adota mais uma medida inédita, inexplicável e prejudicial aos interesses da Bahia”, conclui a nota da secretaria baiana.

UESB realizou importante evento da agropecuária em Iaçú

A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia realizou o “Dia de Campo” no município de Iaçú, com o tema “Cadeia Produtiva – Algaroba Pecuária”. A empresa baiana Mezcla Distribuidora, juntamente com a Riocon, apoiaram o evento, que contou com a participação dos palestrantes:  Professora  e Dra. Mara Lúcia Albuquerque Pereira – UESB; Professor e Dr. Herymá Giovane de Oliveira Silva – UESB; o zootecnista Msc. Paulo José Presidio Almeida – CEPECOS. Alunos do Laboratório de Fisiologia Animal – LAFA e produtores do município de Iaçú participaram da iniciativa, que teve por objetivo conscientizar os elaboradores da região sobre a potencialidade do uso da algaroba. “A disseminação da comprovação científica e prática de que o uso do farelo integral de algaroba, em associação com o milho nos suplementos ou com outras fontes de alimento disponíveis no semiárido, promove maior produtividade animal, através da utilização racional de vagens de algarobeiras, evitando assim sua propagação no meio ambiente e intoxicação animal, é fundamental como alternativa nutricional e econômica”, explica o zootecnista George Soares Correia.

O II Dia de Campo, promovido pela UESB, teve como parceiros a Mezcla Distribuidora, Riocon, Fazenda Palmares – CEPECOS, Banco do Nordeste, Embrapa Gado de Leite e Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia – FAPESB e os bolsistas de produtividade em pesquisa. O evento foi coordenado pela Professora Dra. Mara Lúcia Albuquerque Pereira. “A participação da Mezcla em ações educacionais como esta é uma constante da empresa que dirijo. O nosso comprometimento com o futuro e o desenvolvimento da agropecuária baiana, em contínua parceria com ações ambientais, é uma das nossas prioridades”, afirma o diretor da Mezcla, José Carlos Moreira (Preché), responsável pela doação de ração para os produtores do município durante o evento.

Tirica diz estar envergonhado e anuncia desistir da política

Em seu primeiro e provável único discurso na tribuna da Câmara desde que foi eleito pela primeira vez em 2010, o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR), anunciou na quarta-feira (06), que não vai concorrer à reeleição. Em rápida fala, ele disse que vai abandonar a vida política por ter se decepcionado com o trabalho parlamentar. Em agosto passado, ele anunciou sua intenção de deixar a política. “Subo nessa tribuna pela primeira vez e pela última vez. Não por morte. Porque estou abandonando vida pública. (…) Saio decepcionado mesmo”, declarou Tiririca. Em agosto, Tirica já havia dito que estava propenso a encerrar a carreira parlamentar em 2018, quando acaba o seu segundo mandato, por estar desiludido com a política. Tiririca disputou o primeiro mandato em 2010, quando foi o deputado mais votado do País, com 1,3 milhão de votos. À época, usou o slogan “pior que está não fica”. Em 2014, foi reeleito com 1,016 milhão de votos. No segundo mandato, ele votou tanto a favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) quanto a favor das duas denúncias contra o presidente Michel Temer.

Prefeitura diz em nota que colaborou na Operação Melinoe da PF e CGU

Viatura que conduziu agentes da PF ao prédio da Prefeitura de Jequié

A Polícia Federal cumpriu na última terça-feira (05) em Jequié  na cidade Jaguaquara, além de Salvador, na manhã desta terça-feira (5), 23 mandados de condução coercitiva, 18 de busca e apreensão e cinco mandados de medidas cautelares nos na Operação Melinoe que investiga crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da educação. Nesta quarta-feira (06), sobre o assunto, a Prefeitura de Jequié divulgou nota pública de esclarecimento, dando conta de ter contribuído, “para que todas as informações solicitadas pelos agentes federais fossem fornecidas, sem nenhuma dificuldade, colaborando, assim, para o pleno cumprimento das determinações judiciais”.

Dois suspeitos morreram em confronto com policiais militares em Jequié

Na madrugada de terça-feira (05), dois suspeitos de roubo a veículo foram mortos em confronto com a PM na estrada da Fazenda Velha. Informações de uma seguradora originaram o deslocamento uma guarnição até a rodovia da Fazenda Velha para averiguar um veículo Jeep Renegade branco que teria sido roubado e estaria nas proximidades do Restaurante Tangará. Chegando ao local, os indivíduos foram avistados e, ao perceberem a aproximação da guarnição, efetuaram disparos de arma de fogo, sendo atingidos os dois suspeitos que em seguida foram levados para o Hospital Geral Prado Valadares, onde ambos foram a óbito. Os elementos foram identificados como Márcio da Silva Almeida de São José e Cleiton Fernando dos Santos. Foram apreendidos:  01 Jeep Renegade branco, placa PYR 0037;  01 pistola Taurus cal. 380 com carregador municiado com 03 munições intactas;  01 pistola Taurus cal. 40, com carregador municiado com 02 munições. Todo o material foi entregue à autoridade judiciária de plantão.

Apreensão de droga – Por volta das 17h,  de terça (05) policiais militares apreenderam dezoito quilos de maconha no Residencial  Mandacaru I. Informações sobre tráfico de drogas deslocaram a guarnição da CETO até o Residencial onde um homem foi detido com grande quantidade de drogas. Chegando ao local, o suspeito evadiu ao perceber aproximação da viatura, deixando para trás todo o material ilícito. O material apreendido 18 tabletes de material análogo a maconha, pesando 1kg cada pacote.

 

CNH vai virar cartão com chip até 2019

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH)  vai mudar novamente e abandonar o formato em papel para sempre para virar um cartão de plástico com microchip, que reunirá informações do motorista. Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que será publicada ainda nesta semana, promete que a mudança será feita até 1º de janeiro de 2019, prazo final de adaptação dos Detrans estaduais ao novo modelo.

Ainda não há informações sobre possíveis diferenças no valor para tirar ou renovar a carteira de motorista – cada Detran deve definir o valor no momento da adoção da tecnologia. Quem tiver o documento válido em papel não será obrigado a fazer a troca, que ocorrerá na hora da renovação. (G1)

Grande expectativa em Jequié e região para a nova Lojas BIG!

Informe Publicitário

O público consumidor de Jequié e região aguarda ansiosamente pela reinauguração das Lojas BIG na Praça da Bandeira, no centro de Jequié.

A BIG está passando por uma grande reforma e recebendo uma nova estrutura interna e externa. Já se sabe que vem muitas novidades para abrilhantar o Natal. Fica a dica ao público consumidor que vale a pena esperar e conferir as novidades das Lojas BIG!

Tarifa branca, que vai baratear conta de luz, entra em vigor em janeiro

A partir do dia 1º de janeiro de 2018, começa a valer a chamada “Tarifa Branca” – nova modalidade de tarifa para pagamento de energia elétrica que vai baratear a conta para quem consumir energia fora dos horários de pico. Dessa data em diante, os consumidores interessados vão poder aderir à tarifa. A novidade é válida para distribuidoras de energia de todo país. O consumidor interessado é quem deve pedir adesão à tarifa e a distribuidora precisa trocar o medidor. Inicialmente, a tarifa só estará disponível para quem consome acima de 500 kWh por mês. Em 2019, para quem consome menos que isso e, em 2020, para todos os consumidores brasileiros. A cobrança mais cara ou mais barata vai depender dos horários de consumo. O período mais caro vai das 18h às 21h. O intermediário vai das 17h até as 18h e das 21h às 22h.Fora dessas faixas, a energia terá um preço menor. Nos feriados e finais de semana, a energia será mais barata em qualquer horário. Segundo reportagem do Jornal Nacional, as distribuidoras de energia estão preocupadas com a nova modalidade e afirmam que poderão ter prejuízo com a medida, que entra em vigor em janeiro.

PF e CGU explicam em coletiva de imprensa desvios dos recursos da educação em Jequié

Superintendente da CGU e delegado da PF detalharam a investigação

A Polícia Federal cumpriu mandados nas cidades de Jequié e Jaguaquara, além de Salvador, na manhã desta terça-feira (5). A operação visa combater crimes de desvio de recursos públicos destinados à área da educação. Cinquenta e oito policiais federais e seis auditores da Controladoria Geral da União cumprem 23 mandados de condução coercitiva, 18 de busca e apreensão e cinco mandados de medidas cautelares nos três municípios, na Operação Melinoe [que  na mitologia grega, é a deusa dos fantasmas]. Entre os alvos da operação está uma ex-vereadora de Jequié, que desviava recursos por meio de um suposto fornecimento de funcionários terceirizados fantasmas, segundo a PF. Entre esses funcionários, que deveriam atuar na Secretaria de Educação do Município, estavam dois sobrinhos da vereadora que não residiam na cidade. O nome da ex-vereadora não foi divulgado pela Polícia Federal. De acordo com o delegado da PF, a empresa, que era regularizada, concorreu a licitação com outras fantasmas – uma delas pertencia a um vereador do município. “A prefeitura contratou essa empresa de terceirização na área da educação e da saúde para gerir o contrato, que foi sendo prorrogado todos os anos. Inclusive continua em vigor”, explicou o delegado Rodrigo Souza Kolbe, durante uma coletiva de imprensa realizada na sede da PF em Vitória da Conquista.

Policiais Federais também estiveram na sede da Prefeitura de Jequié

Ainda de acordo com o delegado  Kolbe, que estava ao lado do Superintendente da CGU, Ronaldo Machado de Oliveira,  a PF constatou também que a mesma vereadora pagou salário a  pelo menos, 35 funcionários que nunca atuaram nas escolas que teriam sido designados. De acordo com o levantamento feito durante as investigações, a empresa terceirizada recebeu do município de Jequié, entre 2013 e 2017, cerca de R$ 63 milhões. Deste total, R$ 7 milhões já foram identificados como recursos federais, especificamente de Precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (FUNDEF). A PF estima um prejuízo aos cofres públicos de mais de R$ 1,5 milhão. Os cargos foram cedidos por vereadores em troca de apoio político. “Esses pontos (empregos) eram loteados entre vereadores. Eles indicavam quem iria ser lotado, mas não necessariamente trabalhar, então, tinha escolas, por exemplo, que tinha 12 pessoas trabalhando como auxiliar de serviços gerais mas, na prática, só tinha apenas uma pessoa prestando serviço”, completou o delegado.

Fundação José Silveira faz lançamento estadual do Programa Ação Mulher

Dirigentes da FJS e equipe liderança do programa Ação Mulher no estado

A Fundação José Silveira (FJS) fez esta segunda-feira (4/) o lançamento em âmbito estadual do Programa Ação Mulher, destinado a mobilizar a sociedade em ações voltadas à qualidade de vida e à valorização da cidadania dos pacientes em situação de vulnerabilidade social atendidos pela instituição. A iniciativa visa, ainda, intensificar a comunicação social em benefício de quem mais precisa, como parte do planejamento estratégico da FJS. Durante o evento, o presidente e a superintendente da FJS, Dr. Geraldo Leite e Leila Brito, reafirmaram a importância de criar esta rede de solidariedade nas cidades onde a Fundação atua, em atendimento às demandas dos pacientes em situação mais vulnerável. O programa foi iniciado em Jequié com pleno êxito e agora também está estruturado em Salvador, Santo Amaro da Purificação e Itapetinga. A equipe de lideranças do Ação Mulher é integrada por Tereza Ribeiro, na coordenação estadual e responsável pelo trabalho em Santo Amaro, Tania Motta (Salvador), Cynthia da Hora (Jequié), Kátia Espinheira (Itapetinga) e Josana Santos, coordenadora do Outubro Rosa da Santa Casa de Jequié.