Futebol feminino: Jequié garante liderança isolada e classificação

No dia 21, o Jequié retorna ao Edivaldo Flores para enfrentar a Juventude

O time do Jequié não conseguiu manter os 100%  de aproveitamento no jogo deste domingo, 8, quando empatou em dois a dois com o Conquista, no Estádio Waldomiro Borges. Com o empate o Jequié manteve-se invicto,  isolou-se com sete pontos na liderança do Grupo 4 e, está com a classificação praticamente assegurada para a próxima fase do Campeonato Baiano de Futebol Feminino 2017. No próximo sábado, 14, o Conquista estará enfrentando o Juventude, às 15h no Estádio Edivaldo Flores, em Vitória da Conquista. No mesmo local e horário, no sábado, 21, o Jequié estará encerrando a sua participação na fase de classificação enfrentando o Juventude.

Ivan do Leite antecipa em rede social que vota a favor da COSIP

Vereador Ivan do Leite (PSB) disse não ter motivo para ocultar o seu voto

“Sobre a votação do projeto da COSIP (Contribuição sobre a Iluminação Pública), o meu voto não está oculto, irei votar a favor do projeto que foi encaminhado pelo prefeito Sérgio da Gameleira”. A afirmação foi feita através do whatsapp ao grupo denominado “Labinho”, com autorização para que fosse divulgada a sua afirmativa, pelo vereador Ivan do Leite (PSB), ao  justificar seu futuro voto afirmando pertencer à base aliada do prefeito, e “ele precisa do meu apoio junto aos projetos que ele venha a crer ser o melhor para a população de Jequié. Fui e estou convencido de que esse projeto da Cosip será de importância para nossa comunidade. Com essa aprovação, a cidade de Jequié haverá de ter uma iluminação de primeiro mundo. Teremos uma iluminação de Led. Por isso, irei sim, votar a favor do projeto da Cosip, e estou lhe antecipando o meu voto favorável ao projeto pela sua ampla divulgação”, argumentou o vereador na mensagem postada. O responsável pelo grupo questiona o porque dos vereadores favoráveis ao projeto não fazerem a consulta à população, andando nas mesmas ruas que percorrem em épocas de campanhas,

Retrocesso? Empresa retira autoatendimento bancário de vários locais de Jequié

Caixas de autoatendimento bancários foram retirados do Terminal Rodoviário de Jequié

Sem justificativa ou informação prévia os clientes das instituições bancárias de Jequié foram surpreendidos nos últimos meses com a gradativa retirada dos caixas de autoatendimento e do Banco 24horas, na totalidade dos locais disponíveis na cidade. Foram retiradas as máquinas do Hospital Prado Valadares, Farmácia 24 horas, Farmácia Imperial, Terminal Rodoviário, Hiper G.Barbosa e da Loja 1 e Uesb. A informação obtida pelo Blog Jequié Repórter, junto a administração de um dos bancos oficiais da cidade, é de que esse tipo de serviço externo, não é de responsabilidade da instituição bancária.

Caixa do Banco 24h foi retirada do Hiper G. Barbosa

Uma empresa denominada Tec Ban, é que executa por meio de terceirização redes de autoatendimento em locais de acesso público, sendo considerada  maior rede nacional multibanco. O gestor da instituição bancária comentou que “nós não fomos consultados sobre a retirada dos caixas e esse procedimento vem aumentando o número de clientes na agência física resultando na redução da qualidade dos serviços prestados”. O bancário admitiu que a população de maneira geral é a grande prejudicada com a iniciativa.

Conselheiros Estaduais de Educação participarão de Encontro Estadual em Jequié

A Coordenação Estadual da  União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação da Bahia – UNCME/BA  estará realizando em Jequié, dias 09 e 10 de outubro,  o I Encontro Estadual dos Municípios Pólo em paralelo com a I Conferencia Livre rumo Conferência Nacional de Educação- CONAE 2018. A Coordenadora Estadual da UNCME/BA, professora Vitória Brandão informa que estarão em Jequié durante o evento, representantes dos 27 pólos da Bahia e os representantes das regionais 22 e 05 – regionais de Jequié e Itabuna respectivamente.

Prefeitura vai transferir Tributos e Arrecadação para novo endereço

A Diretoria de Tributos e Arrecadação municipal funcionará no pavimento térreo do prédio

Após mais de 20 anos funcionando em pavimento superior do antigo mercado municipal na Praça da Bandeira, a Diretoria de Tributos e Arrecadação da Secretaria Municipal da Fazenda, será em breve transferido para o térreo do Edifício Brascar, na Praça Cel. João Borges. No imóvel de propriedade particular durante longo período esteve instalada a Casa da Agricultura, abrigando as gerencias regionais da extinta EBDA (hoje Bahiater) e da ADAB (Defesa Agropecuária), ligadas ao governo estadual. Equipe de operários da Secretaria Municipal de Infraestrutura desde a semana passada realiza internamente adaptações e reforma no imóvel para receber o setor da Prefeitura.

Camarote do show de Ivete Sangalo em Aracaju cai e deixa dez feridos

Show de Ivete foi interrompido por uma hora após o acidente e depois reiniciado

Parte da estrutura do Camarote Devassa, na festa Odonto Fantasy, em Aracaju (SE), cedeu na madrugada deste domingo, 8, durante o show da cantora baiana Ivete Sangalo. O show foi interrompido e, ao menos 25 pessoas ficaram feridas e foram socorridas para hospitais da cidade. Apesar do incidente o evento foi reiniciado uma hora depois. Nas redes sociais, algumas pessoas que estavam no show se manifestaram criticando a continuidade da festa. “Um absurdo a festa continuar depois do ocorrido. Estava no camarote e por muito pouco não caí. O pânico não permite curtir mais a festa, e continuar o evento com uma estrutura comprometida (de um camarote que estava esgotado e com lotação máxima) é a mais pura irresponsabilidade”, disparou uma internauta na página dos organizadores na rede social Instagram. Outra foliã foi na mesma linha de protesto: “Uma falta de respeito essa festa continuar! O palco cedeu, eu caí com meus amigos, estamos todos machucados e a festa rolando!! Pior ainda tem gente no camarote correndo risco de vida”, disse.

Assista o vídeo gravado momentos após o desabamento:

Publicado resultado final dos aprovados em concurso da PM e Bombeiros

Este foi o maior concurso já realizado pelo Estado na área de segurança,pública

O governo do Estado divulgou neste sábado, 7,  o resultado final e a homologação do concurso público para provimento de vagas dos quadros de pessoal da Polícia Militar da Bahia e do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia. A publicação está disponível no Diário Oficial do Estado (DOE). De acordo com o edital de abertura de inscrições, lançado em maio deste ano, a seleção teve duas etapas: provas objetivas e prova discursiva. São considerados aprovados os candidatos que obtiveram pontuação e classificação mínima exigida pelo edital. Como critérios de desempate foram considerados, na sequência, maior pontuação da prova de conhecimentos específicos; da disciplina de língua portuguesa; da prova discursiva; maior idade; e o exercício da função de jurado, de acordo com os termos de edital. Após a publicação do resultado final, serão realizados os exames pré-admissionais, de caráter eliminatório. Os candidatos aprovados passarão por avaliação psicológica, exames médico-odontológicos, teste de aptidão física, exame de documentação e investigação social. Após rigorosa avaliação, aqueles que passarem por todas estas etapas estarão aptos a ingressarem no curso de formação, ingressando no Estado como aluno soldado e perfazendo bolsa de R$ 937 durante a formação. A conclusão e aprovação no curso é requisito para graduação em soldado da PM e do Corpo de Bombeiros. Quando tiver concluído o curso e, posteriormente, lotado na região de sua escolha, o soldado da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar terá carga horária de 40 horas semanais.

Três pessoas feridas em batida de ambulância com automóvel na BA-650 em Ibirataia

Condutor da ambulâncias sofreu leves escoriações; ele viajava sozinho com destino a Jequié

O motorista de uma ambulância do município de Ibirataia, Silvestre Santos Brito, conhecido por Neto,  o motorista de um automóvel Toyota/Etios, Mateus Neres Eça e a passageira Suely Marques Lousada, ambos residentes em Ipiaú, ficaram feridos em decorrência da colisão frontal dos dois carros, na manhã deste sábado, 7, na BA 650. De acordo com o blog Giro em Ipiaú, o acidente foi registrado por volta das 9h da manhã, em uma curva sinuosa, a cerca de 5km do centro urbano de Ibirataia. Apenas o motorista estava na ambulância que viajava com destino a Jequié, onde buscaria um paciente. Neto sofreu um corte na testa e escoriações leves no corpo. Com o impacto da batida, o outro carro saiu da pista.

Etios foi projetado para fora da pista; motorista ficou preso nas ferragens

O motorista Mateus Neres Eça chegou a ficar preso nas ferragens retorcidas do carro, sendo retirado e socorrido por uma equipe do Samu, que o removeu para o Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié. Ele sofreu escoriações e reclamava de fortes dores no peito. A passageira do Etios, Suely Lousada e o motorista da ambulância foram socorridos para a Fundação Hospitalar de Ibirataia, e passam bem. As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Uma perícia da Polícia Rodoviária Estadual irá apontar as possíveis causas. Com informações do blog Giro em Ipiaú

Temer veta emenda vista como censura por entidades de comunicação

Presidente Michel Temer divulgou nota anunciando seu veto à emenda

O presidente Michel Temer sancionou na sexta-feira, 6, a reforma política aprovada pelo Congresso e vetou dois pontos da lei. Foram retirados do texto o artigo que poderia levar à censura prévia nas redes sociais – que foi alvo de intensas críticas – e o que revogava a regra atual que permite o financiamento de até 100% das campanhas com recursos próprios, o que beneficia candidatos ricos. Com a sanção, as mudanças nas regras eleitorais estarão em vigor na disputa do ano que vem. As principais delas são a criação de um fundo eleitoral com recursos públicos – de R$ 1,7 bilhão – para financiar as campanhas e a cláusula de desempenho, que limita o acesso ao Fundo Partidário e ao tempo de propaganda na TV e no rádio. Os vetos de Temer levaram em conta a repercussão negativa das medidas aprovadas pelo Congresso. Uma das emendas incluídas durante a votação do projeto na Câmara, na madrugada de quinta-feira, 5, autorizava a remoção de conteúdos da internet após uma denúncia de “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido, coligação, candidato ou de habilitado (à candidatura)”. O texto não previa a necessidade de autorização judicial para a retirada de conteúdo, o que daria brecha para censura prévia. A medida causou reação de diversas entidades. Em nota, Temer afirmou que o pedido para que o artigo fosse vetado partiu do próprio autor da emenda, deputado Áureo (SD-RJ), que ligou para o presidente hoje pela manhã. Foi sancionado pelo presidente que os candidatos poderão financiar 100% de suas campanhas e pessoas físicas terão o limite de doação de até 10% da sua renda bruta do ano anterior.

Falar mal de político terá censura na internet

Para os parlamentares contrários, a emenda é um retorno velado da censura

Uma emenda, de autoria do deputado Aureo (SD/RJ), permite a qualquer usuário obter a remoção de conteúdo “de discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato” sem a necessidade de ordem judicial. O texto deu entrada na Câmara dos Deputados no último dia 26 de setembro e foi aprovada na madrugada de quinta-feira, 5. Em rápida votação, os senadores aprovaram a regulação, que agora aguarda a sanção presidencial. Com a nova medida, plataformas como Google, Facebook ou Twitter serão obrigadas a derrubar o conteúdo com base numa simples notificação, em até 24h. As empresas ainda serão obrigadas a fazer a “identificação pessoal do usuário que a publicou”.

A emenda vem sendo bastante criticada em setores da sociedade, pelo aspecto de retorno da censura.  “A denúncia de discurso de ódio, disseminação de informações falsas, ou ofensa em desfavor de partido, coligação, candidato ou de habilitado conforme o art. 5 c, feita pelo usuário de aplicativo ou rede social na internet, por meio do canal disponibilizado para esse fim no próprio provedor, implicará suspensão, em no máximo 24 horas, da publicação denunciada até que o provedor certifique-se da identificação pessoal do usuário que a publicou, sem fornecimento de qualquer dado do denunciado ao denunciante, salvo por ordem judicial”, diz o texto. O Marco Civil da Internet estabelece um sistema de remoção de conteúdo mediante análise judicial. Ao contrário disso, a emenda aprovada obriga as plataformas a criar um mecanismo de remoção de conteúdo, a partir da notificação. Na justificativa dada pelo parlamentar que propôs a emenda, a medida visa “diminuir a guerra de conteúdos difamantes por usuários fictícios durante as eleições”. “Não se trata de censura, mas sim de dificultar uma prática que vemos em todas as eleições”, disse o deputado ao BuzzFeed.